sicnot

Perfil

Grande Reportagem SIC

"Gaza, Prisão a céu aberto"

5ª FEIRA NA SIC

Mohamed Bakr tinha 11 anos e queria ser como o Cristiano Ronaldo. Foi uma das 500 crianças palestinianas mortas pelas forças israelitas, durante a guerra do verão passado. Mohamed jogava à bola na praia, com os primos e os irmãos, quando foram atingidos por um míssil. Mohamed teve morte imediata, o irmão, Sayed, ficou ferido com gravidade e sofre de stress pós traumático. Mais de meio ano depois, a Grande Reportagem SIC esteve em Gaza, com a família de Mohamed, e ouviu os Bakr dizer que "o futuro não existe".

No verão passado, a família Bakr perdeu um filho na ofensiva israelita contra Gaza. Mohamed jogava à bola na praia, com os primos e os irmãos, quando foram atingidos por um míssil. Mohamed teve morte imediata, o irmão, Sayed, ficou ferido com gravidade e sofre de stress pós traumático.

No verão passado, a família Bakr perdeu um filho na ofensiva israelita contra Gaza. Mohamed jogava à bola na praia, com os primos e os irmãos, quando foram atingidos por um míssil. Mohamed teve morte imediata, o irmão, Sayed, ficou ferido com gravidade e sofre de stress pós traumático.

Violeta Moura

Mais de meio ano depois, a Grande Reportagem SIC esteve em Gaza, com a família de Mohamed, e ouviu os Bakr dizer que "o futuro não existe".

Mais de meio ano depois, a Grande Reportagem SIC esteve em Gaza, com a família de Mohamed, e ouviu os Bakr dizer que "o futuro não existe".

Violeta Moura

Apesar do temporal da noite passada, o mar foi generoso com os pescadores de Gaza. Há variedade no leilão matinal de peixe, que começou como sempre às 5 da manhã.

Apesar do temporal da noite passada, o mar foi generoso com os pescadores de Gaza. Há variedade no leilão matinal de peixe, que começou como sempre às 5 da manhã.

Violeta Moura

Israel proibe os pescadores de Gaza de pescarem para além das 6 milhas náuticas, menos de 10 km. Uma imposição que ignora os Acordos de Oslo, que definem como limite as 20 milhas. O que os pescadores apanham cobre apenas 20% das necessidades dos quase 2 milhões de pessoas. Antes da destruição dos túneis para o Egipto, era por aí que entrava boa parte do peixe consumido em Gaza.

Israel proibe os pescadores de Gaza de pescarem para além das 6 milhas náuticas, menos de 10 km. Uma imposição que ignora os Acordos de Oslo, que definem como limite as 20 milhas. O que os pescadores apanham cobre apenas 20% das necessidades dos quase 2 milhões de pessoas. Antes da destruição dos túneis para o Egipto, era por aí que entrava boa parte do peixe consumido em Gaza.

Violeta Moura

Os pescadores de Gaza são vítimas recorrentes de ameaças e ataques da marinha israelita. Nos últimos anos, dezenas de pescadores foram feridos e pelo menos 500 foram presos. Israel confiscou centenas de embarcações que nunca devolveu.

Os pescadores de Gaza são vítimas recorrentes de ameaças e ataques da marinha israelita. Nos últimos anos, dezenas de pescadores foram feridos e pelo menos 500 foram presos. Israel confiscou centenas de embarcações que nunca devolveu.

Violeta Moura

Gaza tem cerca de 1 milhão de crianças. De acordo com as nações unidas, entre 35 a 40%  sofrem de traumas causados pela guerra - 3 guerras nos últimos 6 anos. 

Gaza é um dos territórios mais densamente povoados do planeta. Numa área 200 vezes mais pequena que Portugal, vivem 1 milhão e 800 mil pessoas.

Com as fronteiras fechadas e o espaço aéreo e marítimo controlado por Israel, os habitantes de Gaza não podem partir. Estão presos no seu próprio território.

"Gaza, Prisão a céu aberto" é a Grande Reportagem SIC desta quinta-feira. 


Jornalista: Susana André, 

Imagem: Carlos Morais

Edição de Imagem: Marco Carrasqueira 

Grafismo: Sérgio Maduro; Marta Coelho

Colorista - José Dias

Pós-produção áudio - Octaviano Rodrigues

Legendagem - Ana Sofia Jesus

Tradução - Abdeljelil Larbi

Produção: Diana Matias

Coordenação: Cândida Pinto

Direção: Rodrigo Guedes de Carvalho; Alcides Vieira

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43
  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.

  • Acidentes em falésias matam 94 pescadores lúdicos

    País

    Mais de 90 pescadores lúdicos morreram nos últimos 19 anos e 137 ficaram feridos em 252 acidentes registados em zona rochosa ou em falésia, a maioria na zona de Lagos, Faro, segundo dados da Autoridade Marítima Nacional.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35

    País

    A data para as próximas eleições autárquicas já gerou consenso. 1 de outubro é a data pedida pelos vários partidos ouvidos esta segunda-feira por António Costa. Na próxima quinta-feira, no Conselho de Ministros, o dia de ir às urnas vai ser escolhido.