sicnot

Perfil

A Ruína

"Estamos a falar de muito dinheiro. Um milhão 644 mil euros"

"Estamos a falar de muito dinheiro. Um milhão 644 mil euros"

Vitor Fonseca é o braço executivo do pai, Francisco Fonseca no negócio da família. São naturais da cidade do Porto. Perderam perto de 1,7 milhões de euros numa aplicação do Banque Priveé Espírito Santo, na Suíça. Vitor Fonseca é um dos protagonistas da próxima Grande Reportagem "Saco Azul". Para ver na próxima quinta-feira no Jornal da Noite e no site da sicnoticias.pt.

"Saco Azul", a quarta Grande Reportagem associada ao universo BES, dá um passo em direção ao mundo Espírito Santo Enterprises, a entidade que Ricardo Salgado terá usado para tentar administradores e diretores do GES e do BES, empresários e políticos. Através da história de Francisco Fonseca, um empresário do Porto, aproximamo-nos daquela que pode ter sido a forma usada para financiar um saco sem fundo que terá alimentado o poder e a influência de uma marca que não sobreviveu, depois de 145 anos de história.

  • "Comecei a trabalhar com o meu pai aos 14 anos"
    0:54

    A Ruína

    Francisco Fonseca começou a trabalhar na Vidraria Fonseca com 14 anos. Aos 24, com a morte do pai, assumiu as rédeas da empresa, até hoje. O empresário do norte, de 77 anos, é o protagonista da Grande Reportagem "Saco Azul" que vai ser emitida esta quinta-feira no Jornal da Noite.

  • "A minha maior vitória foi o dinheiro não me entusiasmar, por isso é que fiquei se ele"
    0:39

    A Ruína

    Francisco Fonseca tem 77 anos e é empresário do setor vidreiro. Herdou após a morte do pai, a Vidraria Fonseca que está prestes a completar 120 anos. Tem também negócios na área do imobiliário.Em 2014, decide, a conselho da gestora bancária, aplicar o dinheiro que tinha no BPES (Banco Privée Espírito Santo), na Suíça. Tinha 1 milhão e 644 mil euros. O dinheiro caiu num saco azul e desapareceu.Francisco Fonseca é o principal protagonista da próxima Grande Reportagem "Saco Azul". Para ver na próxima quinta-feira no Jornal da Noite e no site da sicnoticias.pt.

  • Onde foi parar o dinheiro do empresário Francisco Fonseca?
    2:43

    Grande Reportagem SIC

    Francisco Fonseca, 77 anos, empresário. Ao longo da vida foi investindo e acumulando. Depositou no Banque Privée Espírito Santo, na Suíça a maior parcela dessa poupança. Um milhão e 700 mil euros. O dinheiro saiu da Suíça para a conta à ordem na sucursal do banco, no Porto. Mas perdeu-se pelo caminho. Onde terá ido parar? É esse o mistério que a SIC tenta desvendar. Veja a história de Francisco Fonseca - primeira rampa de lançamento da Grande Reportagem "Saco Azul", que a SIC emite na próxima quinta feira.

  • A Ruína - Episódio 1: O Conto do Vigário
    35:28

    Grande Reportagem SIC

    Oito mil emigrantes financeiramente iletrados compraram 723 milhões de euros de ações preferenciais acreditando estar a colocar o dinheiro (as poupanças de uma vida) na segurança de depósitos a prazo. Foram enganados e a Grande Reportagem explica que estratagema usou o Banco Espírito Santo para os enganar. Em Portugal e Paris, a SIC mostra os casos e conta as histórias dos lesados do BES que perderam tudo.

  • A Ruína - Episódio 2: Justiça Cega
    32:18

    Grande Reportagem SIC

    Neste episódio da Grande Reportagem que mergulha no escândalo do BES, é detalhado o peso na justiça de uma marca arruinada. Os emigrantes lesados que perderam as poupanças no banco de Ricardo Salgado perdem, igualmente, os processos nos tribunais cíveis. Mais um passo na viagem interminável de uma queda...

  • A Ruína - Episódio 3: Gato Escaldado
    31:02

    A Ruína

    No terceiro episódio da Grande Reportagem "A Ruína", acompanhamos a relação comercial que o Novo Banco tem mantido com os clientes emigrantes, lesados do BES. O banco, entretanto vendido aos americanos da Lonestar, apresentou um último acordo a estes clientes em pleno mês de agosto. A maioria assinou, mas desconfia. Mas nesta longa família de emigrantes lesados uns são filhos, outros enteados.

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espirito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espirito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Caso que está a gerar tensão entre Angola e Portugal chega a tribunal 2ª.feira
    1:32

    País

    O julgamento da Operação Fizz começa esta segunda feira numa altura em que o tribunal da Relação ainda não decidiu se aceita o pedido de Luanda para que Manuel Vicente seja julgado em Angola. O Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa foi arrolado pelo tribunal como testemunha e já respondeu por escrito. O processo será julgado no tribunal da comarca de Lisboa pelo coletivo de juízes formado por Alfredo Costa, Helena Pinto e Ana Guerreiro da Silva, estando o Ministério Público representado pelo procurador José Góis.

  • Mais de 60% dos jovens não usam preservativo
    1:42

    País

    Mais de 60% dos jovens portugueses não usam preservativo e mais de um quarto acredita que a sida se pode transmitir pelo uso partilhado de copos ou talheres. São resultados de um estudo da Universidade de Lisboa que inquiriu 116 jovens dos 18 aos 24 anos, dos 18 aos 24 anos de todas as regiões e ilhas, estudantes universitários, mas também do programa Escolhas, que abrange uma população mais desfavorecida.

  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52