sicnot

Perfil

Sociedade das Nações

Entrevista a Garry Kasparov

Garry Kasparov é o convidado do Sociedade das Nações desta semana. Arménio nascido no Azerbaijão, ainda no tempo da URSS, Kasparov transformou-se na maior lenda do xadrez mundial, depois de ganhar o título máximo aos 22 anos.

© Sergei Karpukhin / Reuters

A sua carreira ganhou uma segunda vida, quando se envolveu no ativismo político a favor das liberdades civis em Moscovo. Apoiou muitas das reformas de Boris Ieltsin, fundou partidos e movimentos, mas acabou por se tornar na principal voz de oposição ao regime criado por Vladimir Putin. Preso, proibido, boicotado e agredido várias vezes, auto exilou-se em 2013. 

Nesta entrevista Garry Kasparov analisa a atual situação política da Rússia e o conflito na Ucrânia, explicando as consequências para a geopolítica mundial da presidência de Vladimir Putin. O antigo campeão mundial de xadrez, esteve recentemente em Portugal, para participar nas Conferencias do Estoril.

  • Encontrado corpo de mariscador desaparecido no Barreiro

    País

    O corpo do homem com cerca de 50 anos apareceu esta manhã junto ao Clube Naval do Barreiro, na mesma zona onde tinha desaparecido na noite deste sábado. A informação já foi confirmada à SIC pela Polícia Marítima, que adiantou que o corpo já foi levado para a morgue. O alerta foi dado por volta das 22:30 de ontem pelos companheiros de nacionalidade chinesa que estavam com a vítima na apanha de bivalves na margem sul do Tejo.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.