sicnot

Perfil

Sociedade das Nações

A transição democrática na Tunísia

A Tunísia, primeiro país da chamada "primavera árabe", encerrou em dezembro, com as primeiras presidenciais livres, o ciclo de transição política iniciado com a revolução de 2011 que depôs Zine el Abidine Ben Ali, que estava no poder há 23 anos. O país enfrenta importantes problemas de segurança, quer pela instabilidade na vizinha Líbia quer pela forte presença de extremistas no seu território, tendo sofrido um ataque terrorista contra um dos principais museus da capital em março deste ano, no qual morreram mais de duas dezenas de pessoas, entre as quais vários turistas.

© Zoubeir Souissi / Reuters

A Tunísia, um dos países mais laicos da sua região, tem o desafio de resolver as divergências entre os setores laicos e islamitas, que prevalece. Apesar de persistirem problemas como conflitos sociais, o surgimento  de violência atribuída a grupos 'jihadistas', o aumento do desemprego e a quebra no crescimento económico, o país tem dado sinais de estabilidade, nomeadamente com a aprovação de uma constituição que consagra a igualdade entre homens e mulheres e a liberdade religiosa, rejeitando o Islão como fonte do Direito. 

O primeiro-ministro da Tunísia, Habib Essid, é o convidado do Sociedade das Nações. Nesta entrevista, o chefe do executivo tunisino faz o balanço dos primeiros meses no governo do país. 

Habib Essid explica ainda porque razão a Tunísia está contra a decisão europeia de destruir as embarcações que transportam migrantes para a Europa através do Mediterrâneo.A medida, tomada pelos ministros da Defesa e dos Negócios Estrangeiros da União Europiea, insere-se no combate ao tráfico de pessoas no Mediterrâneo, onde, desde o início de 2015, quase 2000 migrantes morreram ou desapareceram.
  • Sismo registado esta manhã na região de Lisboa

    País

    Um sismo foi sentido esta manhã na região da Grande Lisboa. O abalo foi registado às 7h44, com epicentro em Sobral de Monte Agraço e magnitude de 4.3, informa o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

    Em atualização

  • "É terrorismo, politiquice e interesse económico"
    0:45

    País

    A situação em Mação, no distrito de Santarém, continua muito complicada para os operacionais e para as populações que tentam combater as chamas. Os populares dizem que é de "lastimar" a aflição que se vive.

  • GNR resgata 45 sírios no mar Egeu
    2:28

    Crise Migratória na Europa

    A Guarda Nacional Republicana já resgatou quase 300 migrantes no mar Egeu, ao largo da Grécia, desde o início de maio. Esta quarta-feira de madrugada, os militares salvaram 45 sírios que tentavam chegar à Grécia numa embarcação de borracha.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.