sicnot

Perfil

Vida

UNESCO pede medidas urgentes às autoridades do Peru para proteger Machu Picchu 

Uma missão da UNESCO pediu quinta-feira às autoridades do Peru para adotarem medidas de emergência para proteger o Machu Picchu, entre as quais travar o crescimento da povoação de Aguas Calientes, situada no local arqueológico.  

RICARDO CHOY KIFOX

Uma missão da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência eCultura (UNESCO) esteve nos últimos dias no Peru a avaliar o estado de  preservação e conservação na área da célebrecidadela inca. 

Nuria Sanz, chefe da UNESCO para a América Latina e Caribe, disse à  agência oficial Andina que o objetivo davisita foi "colaborar" com as autoridades  para encontrar a melhor solução para apreservação do Machu Picchu. 

"Há que gerar uma dinâmica que permita um controlo e regulaçãoexigentes",  apontou, ao frisar queé necessário "tomar medidas de emergência rigorosas"  face ao crescimento desordenado da povoaçãode Machu Picchu (conhecida como  AguasCalientes). 

A zona tampão do local também está ameaçada pela construção de umaestrada  alternativa de acesso ao MachuPicchu, com a UNESCO a recomendar a realização de uma consulta junto de especialistas em geodinâmica, infraestruturashidráulicas  e comunicação. 

A responsável disse ainda que recomendou ao Governo peruano acriação  de um painel internacional deassessores e técnicos que execute os planos de conservação do Machu Picchu. 

Um primeiro relatório de avaliação da UNESCO deve ser conhecidodentro  de cerca de duas semanas e umfinal dentro de sete meses, de acordo com a agência noticiosa Andina. 

O primeiro, com recomendações, será submetido ao Comité doPatrimónio  Mundial da UNESCO, que sereunirá entre 24 de junho e 06 de julho, em São Petersburgo, na Rússia. 

A célebre cidadela inca de Machu Picchu foi declarada PatrimónioCultural  da Humanidade em 1983. 

Com Lusa

 

  • "Cada drama, cada problema, cada testemunho, impressiona muito"
    1:55
  • Clínica veterinária em Tondela recebeu dezenas de animais feridos nos fogos
    2:57
  • Temperaturas sobem até ao final do mês
    1:09

    País

    O tempo não dá tréguas e, até ao final do mês, as temperaturas vão atingir valores acima do normal para esta época do ano. As temperaturas máximas vão subir entre os 25 e os 32 graus. O risco de incêndio aumenta a partir desta segunda-feira em todo o país e os meios aéreos, viaturas, operacionais e equipas de patrulha vão ser reforçados.

  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31
  • 245 saltam de ponte de 30m no Brasil para Recorde do Guiness
    1:56
  • Antigos presidentes dos EUA angariam 26 milhões para vítimas dos furacões
    0:58

    Mundo

    Os cinco antigos presidentes dos Estados Unidos da América ainda vivos juntaram-se para ajudar as vítimas dos furacões. Bill Clinton e Barack Obama lembraram as vítimas dos furacões e elogiaram o espírito solidário dos norte-americanos. Os antigos presidentes norte-americanos lançaram o apelo no início do mês passado e já conseguiram angariar cerca de 26 milhões de euros.