Lusa

Leiria: Venda do estádio não permitirá à câmara encaixar dinheiro - presidente da autarquia

Silvia Reis

Leiria, 07 jul (Lusa) -- O presidente da Câmara de Leiria admitiu hoje que a venda do estádio municipal não permitirá à autarquia encaixar dinheiro, porque terá de pagar os empréstimos contraídos para a sua construção, podendo ainda ter de devolver verbas de financiamento.

"Isso não é relevante, o que queremos é eliminar a maior razão do sufoco financeiro do município, para permitir, em termos futuros, canalizar os recursos financeiros para aquilo que é prioritário", disse à Agência Lusa Raul Castro, independente eleito pelo PS.

A Assembleia Municipal autorizou na terça-feira, por maioria, a Câmara a vender o estádio Magalhães Pessoa pelo valor de 63 milhões de euros através de hasta pública.

  • Piloto que morreu no Estoril terá ficado sem travões
    1:17
  • Empresa de segurança sob suspeita na Guarda
    4:47
  • Uma rota pelos vinhos do Douro
    4:32

    País

    O tempo de vindimas é também sinónimo de época alta para o turismo no Douro. A oferta de experiências ligadas à vinha e ao vinho é cada vez maior e já existe um roteiro que ajuda os turistas a organizarem melhor as visitas às quintas da região.

  • O embaraço do príncipe Harry
    0:29