Lusa

Futebol: Empresa que pede insolvência da União de Leiria alega que dívidas da SAD ascendem a 6,5 milhões

João Carreira

Leiria, 03 abr (Lusa) - A empresa de Fátima que requereu a insolvência da União de Leiria SAD alega que o passivo da sociedade ascende aos 6,5 milhões de euros, um dado que consta do processo a que a Agência Lusa teve acesso.

Para além da dívida reclamada pela empresa (154.426,31 euros), a Fátima Expresso - Agência de Viagens e Turismo, LDA, informou o Tribunal Judicial de Leiria que a SAD da União de Leiria "acumulou um passivo de importância considerável, pelo menos no montante de 6.586.808,85 perante outras entidades".

Entre os maiores credores, alega a mesma empresa, está o Estado (1.720.948,56), a SAD do Futebol Clube do Porto (1.579.971,70), a Lena SGPS (1.237.159,19), a empresa municipal de que gere o estádio de Leiria (500.000 euros), para além de uma dívida relativa à transferência de Carlão reclamada por três empresários (604.93,51 euros).

  • Piloto que morreu no Estoril terá ficado sem travões
    1:17
  • Empresa de segurança sob suspeita na Guarda
    4:47
  • Uma rota pelos vinhos do Douro
    4:32

    País

    O tempo de vindimas é também sinónimo de época alta para o turismo no Douro. A oferta de experiências ligadas à vinha e ao vinho é cada vez maior e já existe um roteiro que ajuda os turistas a organizarem melhor as visitas às quintas da região.

  • O embaraço do príncipe Harry
    0:29