Pedro Coelho

Pedro Coelho

Jornalista Grande Reportagem SIC

Na minha cabeça os conceitos de profissão e vocação são um só. Há 30 anos que trabalho na área em que sempre quis trabalhar. Sou jornalista e não poderia ser outra coisa. A profissão ocupa-nos tanto os dias que, se a desempenharmos contrariados, afogamo-nos. É certo que também sou professor. Mas sou professor de jornalismo. E uma coisa prolonga a outra. O quotidiano profissional lança-me desafios permanentes, dá-me pistas; a academia é o farol que me ilumina o trajeto e me permite absorver a dimensão dos desafios. Em permanência agarro-me à ideia da construção: os valores do jornalismo são estanques e nada mais, nessa matéria, deve ser inventado (são o alicerce, a estrutura), mas a prática podemos, a cada dia, reinventá-la (as paredes, a cor da tinta, os acabamentos). Não há novos nem velhos meios, há jornalismo, que a nossa experiência e a nossa criatividade, ajudam a adaptar a cada uma das plataformas. O meu caminho, de sentido único, é o da reportagem. Seguirei por esta estrada até ao fim.