Manuela Vicêncio

Manuela Vicêncio

Jornalista

  • Seja bem-vindo ao restaurante do futuro: esta é a sua empregada de mesa
    1:43

    Mundo

    Os robots fazem cada vez mais parte da realidade dos humanos. Nos aeroportos já nem são estranhos, mas já há tecnologia autónoma a servir às mesas em vários restaurantes da China e do Japão. Mostramos-lhe agora alguns exemplos do que se está a fazer na China e no Japão onde já foi anunciada a abertura de 1.000 novos restaurantes-robot, nos próximos dois anos.

    Manuela Vicêncio

  • Maior estátua do Mundo inaugurada na Índia apela à unidade mas divide o país
    1:35

    Mundo

    A "Estátua da Unidade" tem o dobro do tamanho da da Liberdade em Nova Iorque, nos EUA e foi hoje inaugurada na terra natal do atual primeiro-ministro, numa região remota de Gujarat no oeste do país. A estrutura de bronze, cimento e aço, tem 182 metros de altura e custou 29,9 mil milhões de rupias, mais de 350 milhões de euros, o que está a ser alvo de contestação no país.

    Manuela Vicêncio

  • Barbie engenheira para atrair meninas para a robótica
    1:03

    Mundo

    A boneca mais icónica de sempre tem quase 60 anos, mas quer afirmar-se nas novas profissões como engenheira de robótica. A ideia nasce da parceria entre a gigante dos brinquedos Mattel e a Tynker, a plataforma que ensina programação a crianças. O projeto prevê seis lições gratuitas de computação para atrair as meninas para novas profissões. Em 2017, apenas 24% dos novos empregos em Ciência, Tecnologia, Engenharia, Matemática foram ocupados por mulheres nos EUA.

    Manuela Vicêncio

  • A "tartaruga-punk" que respira pelos genitais está em risco de extinção

    Mundo

    A Mary River turtle é uma tartaruga muito especial: primeiro só existe na Austrália, depois é das maiores tartarugas de água doce do planeta, com um pescoço curto, mas uma cauda desproporcionalmente grande que lhe permite respirar até três dias debaixo de água. Mas há mais curiosidades acerca desta tartaruga que faz parte da lista das espécies mais ameaçadas do mundo, apesar de já ter sido um dos animais de extinção preferidos dos australianos. Agora, está quase a desaparecer mas já serviu de inspiração a um Pokemon.

    Manuela Vicêncio

  • Serena Williams surpreendida por quatro cartazes à beira da estrada
    1:22

    Desporto

    À beira de regressar aos courts, a tenista norte-americana Serena Williams foi surpreendida pelo marido Alexis Ohanian, o co-fundador da Reddit, com quatro cartazes à beira da estrada que liga Palm Springs (onde vive o casal) ao torneio de Indian Wells, que marca o regresso da antiga nº 1 do Ténis mundial. Tudo para dizer que Serena é a melhor mãe do mundo, além de ser uma das maiores tenistas de sempre.

    Manuela Vicêncio

  • Cobras, dragões, cabeças penduradas e encapuzados: a coleção da Gucci que nasce num bloco operatório
    2:04

    Mundo

    Os desfiles da casa de moda italiana Gucci são sempre dos mais concorridos da Semana da Moda, que está a decorrer em Milão. Modelos extravagantes e disruptivos já são habituais nas criações do diretor artístico Alessandro Michele mas o desfile desta semana foi mais longe, ao juntar personagens do fantástico à frieza de uma sala de operações. Assim foi a apresentação da próxima coleção Outono/Inverno.

    Manuela Vicêncio

  • Tesouros Maias e animais da Era do Gelo na maior gruta subaquática do mundo
    2:11

    Pequenas grandes histórias

    Há menos de um mês foi confirmada a existência de uma gruta de 347 quilómetros de extensão na província do Yucatan, no México, que até aqui se julgava serem duas grutas separadas. São, afinal, um labirinto de mais de 200 túneis repletos de artefactos arqueológicos que podem ter mais de 2,5 milhões de anos. Os investigadores encontraram restos humanos e animais da Era do Gelo, até à época dos Maias.

    Manuela Vicêncio

  • Quando os Olímpicos deixaram de dar medalhas à arte

    Desporto

    A arte faz parte dos Jogos Olímpicos desde o início, mas falhou o final. Entre 1912 e 1948, os Jogos Olímpicos atribuíram 151 medalhas de ouro, prata e bronze em cinco categorias não atléticas: pintura, escultura, arquitetura, literatura e música. Agora, 70 anos depois, o Comité Olímpico Internacional recupera a intenção, mas não as medalhas.

    Manuela Vicêncio