Cultura

Marco Paulo estreia-se hoje no Casino Estoril com gala do dia dos Namorados

O cantor Marco Paulo estreia-se hoje no salão Preto e Prata do Casino Estoril, acompanhado pela banda dirigida pelo maestro Valter Rolo, para gala do dia dos Namorados. Com mais de 50 anos de carreira, Marco Paulo chegou a pisar outras salas do casino "quando ainda não era Marco Paulo, nem nada conhecido".

Aos 73 anos, Marco Paulo vai estrear o palco do salão Preto e Prata do Casino Estoril para a gala do Dia dos Namorados. À agência Lusa o cantor confirma que preparou um alinhamento em que domina o tom romântico.

"Vou cantar canções, cerca de 19, todas que o público conhece, não sabendo ao certo quanto tempo vou estar em palco, pois quando subo ao palco esqueço o tempo e, habitualmente, prolongo as minhas atuações, como aconteceu recentemente no Altice Arena, em Lisboa", onde atuou em dezembro último, para 12.000 pessoas, segundo dados da produção do espetáculo.

O convite para o concerto de hoje foi "uma surpresa", disse o cantor em janeiro à Lusa, acrescentando que lhe trouxe memórias dos primeiros tempos de carreira, "quando ainda não era Marco Paulo, nem nada conhecido", e atuou "alguns dias, num dos espaços do então Casino Estoril".

"Não tenho de alterar muito o alinhamento habitual, pois a maior parte do meu repertório é constituída por canções de amor", disse o cantor, que acrescentou: "Habitualmente celebro o dia de S. Valentim em Toronto, no Canadá e, este ano, calhou-me esta surpresa, ir cantar ao Casino Estoril, a uma sala onde nunca estive".

"Ninguém, Ninguém", "Anita", "Eu Tenho Dois Amores" e "Maravilhoso Coração" são algumas das canções que fazem parte do alinhamento, assim como temas mais recentes, designadamente "Assim Foi" e "Não te Esqueças".

Também para este ano, Marco Paulo está a preparar, com o maestro Valter Rolo, o próximo disco, "completamente constituído por temas inéditos", disse, reconhecendo que durante a carreira cantou "muitas versões".

Seguiram-se as primeiras gravações, as participações no Festival da Figueira da Foz, em 1966, com a canção "Vida, Alma e Coração", e no da RTP da Canção, em 1967, com "Sou tão Feliz", em que ficou em 6.º lugar, e ao qual voltou em 1982, com "É o Fim do Mundo", que se classificou em 11.º lugar.

Marco Paulo começou a cantar na década de 1960, tendo o seu disco de estreia, "Não Sei", saído em 1966.

Marco Paulo é o nome artístico de João Simão da Silva, nascido no dia 21 de janeiro de 1945, em Mourão, no Alto Alentejo.

Atualmente, conta mais de 140 galardões de platina, ouro e prata, e um de diamante, por vendas de mais de um milhão de discos.

Com Lusa

  • Fátima aos meus olhos
    3:31

    Papa Francisco em Fátima

    O que leva pobres e ricos, velhos e novos, conhecidos ou anónimos a Fátima? O que é a fé e o que se procura no santuário? São perguntas que fomos fazer a duas personalidades: ao cantor Marco Paulo e ao advogado e político José Ribeiro e Castro.

  • Marco Paulo vence Prémio Mérito e Excelência nos Globos de Ouro
    4:22

    Cultura

    O mérito voltou a ser reconhecido ontem à noite, na 21ª edição dos Globos de Ouro. Este ano, o prémio maior foi entregue a Marco Paulo. A atriz Mariana Pacheco, da novela Coração de Ouro, foi votada pelo público como Revelação do Ano. Cristiano Ronaldo, Jorge Jesus, Sara Sampaio, Victoria Guerra, o filme As Mil e Uma Noites, Maria Rueff, Telma Monteiro, Luis Buchinho e Agir foram alguns dos outros galardoados da noite.

  • Santana diz que Aliança conta com apoios do CDS e PSD
    2:07