Cultura

O vestido de Jennifer Lawrence que está a dar que falar

Joel C Ryan

Jennifer Lawrence escolheu um vestido arrojado para usar na sessão fotografia do próximo filme e a internet reagiu. Muitas foram as críticas feitas, que davam conta de uma roupa "demasiado reveladora" para o frio que se fazia sentir em Londres. Mas Jennifer Lawrence não deixou passar, criticando os comentários "sexistas" e "nada feministas".

As imagens foram captadas durante uma sessão fotográfica, em Londres, para o próximo filme da atriz norte-americana, "Red Sparrow". Jennifer Lawrence aparece entre os atores Jeremy Irons, Joel Edgerton, Matthias Schoenaerts e o diretor Francis Lawrence, com quem já tinha trabalhado nos filmes "The Hunger Games".

Através do Facebook, a atriz revelou que tinha ficado "extremamente ofendida" com a polémica causada pela sua escolha em vestir um vestido Versace, que descreveu como "lindo".

"Pensam que vou tapar aquele vestido lindo com um casaco e um lenço? Estive lá fora durante cinco minutos. Andaria na neve por aquele vestido, porque adoro moda e essa foi a minha escolha."

Jennifer Lawrence respondeu assim às preocupações dos internautas, que defenderam que a atriz de 27 anos devia estar a congelar quando as fotografias foram tiradas.

Jennifer Lawrence descreveu a polémica como "sexista" e ridícula, acrescentado que os críticos eram "antifeministas" e que haviam coisas mais importantes do que a sua escolha de roupa.

Houve quem até dissesse que a imagem era "deprimente".

"Reagir de forma exagerada àquilo que uma pessoa diz ou faz, criar controvérsias sobre coisas inócuas, como aquilo que escolho vestir ou não vestir, não está a fazer-nos seguir em frente."

A atriz foi mais longe, dizendo que o vestido era escolha sua e que se quisesse passar frio, isso também seria uma escolha sua.

A publicação feita esta terça-feira já alcançou mais de 50 mil gostos e milhares de pessoas partilharam, com muitos internautas a apoiar a atriz.

  • Bill Cosby considerado predador sexual violento e condenado a pena de prisão

    Mundo

    O ator norte-americano Bill Cosby foi esta terça-feira condenado a uma pena de prisão de três a 10 anos e considerado um "predador sexual violento", por um juiz da Pensilvânia. A classificação significa que o homem de 81 anos terá de receber aconselhamento durante o resto da vida, assim como o seu nome irá aparecer no registo dos criminosos sexuais.

    SIC

  • O que está a mudar na Arábia Saudita

    Mundo

    A luta contra a discriminação de género e as reformas na cultura continuam a dar largos passos, na Arábia Saudita. A mais recente novidade é que, pela primeira vez, uma mulher foi autorizada a apresentar as notícias, na televisão estatal. Desde as mulheres que já podem conduzir ao regresso do cinema, saiba o que está a mudar no país conservador.

    Ana Rute Carvalho

  • A tecnologia que promete melhorar o estacionamento nos centros urbanos
    8:05
  • Um em cada três trabalhadores em risco de esgotamento profissional
    1:11
  • Brasileiro terá escondido provas do caso Lava Jato em casas em Lisboa
    2:15

    Operação Lava Jato

    A Polícia Judiciária fez buscas e apreensões em Lisboa, no âmbito do caso brasileiro Lava Jato. A operação ocorreu a partir de um pedido de cooperação internacional das autoridades brasileiras. O alvo da operação é um homem brasileiro acusado de envolvimento com luvas. Mário de Miranda terá escondido provas e documentos em casas da capital portuguesa.