Cultura

Costa admite revisão do modelo de apoio às artes em 2019

Costa admite revisão do modelo de apoio às artes em 2019

O programa de apoio sustentado da Direção-Geral das Artes para a área das artes visuais vai ter um reforço de 720 mil euros. Em entrevista aos jornalistas, o primeiro-ministro confirmou que o modelo de apoio às artes pode vir a ser revisto em 2019.

Este acréscimo nas modalidades bienal e quadrienal foi publicado em Diário da República e fixado por despacho do secretário de Estado da Cultura, Miguel Honrado.

Segundo os resultados provisórios, o valor global para 2018 chega aos 19,25 milhões de euros e é aumentado para 20,75 anuais até fim do quadriénio.

Sucessivos reforços para o apoio às artes foram feitos pelo primeiro-ministro, que recebeu os artistas na passada quinta e sexta-feira em audiência na residência oficial.

  • Papa Francisco - entre a vulnerabilidade de um abalo e a oportunidade de uma reforma

    Papa e a tensão na Igreja

    Não é o tempo cronológico que define Francisco, mas o tempo da oportunidade, sem necessariamente sintonizar a ação com o tempo mediático. Esta circunstância pode dar um bom enquadramento de leitura para o «escândalo» dos abusos sexuais por parte de clérigos católicos. Mas o impacto mediático gerado pelo relatório da Pensilvânia e pela carta de um arcebispo a pedir a resignação do Papa, com a visita à Irlanda como pano de fundo, acabou por criar também uma oportunidade. Os próximos meses são por isso fulcrais para atenuar os danos e reconstruir laços de confiança nas instituições. Não há folga para oportunidades desperdiçadas. A pressão é elevada. A dimensão mediática não terá sido devidamente valorizada. Francisco ficou mais exposto às críticas e aos críticos.

    Joaquim Franco

  • Piloto que morreu no Estoril terá ficado sem travões
    1:17
  • Empresa de segurança sob suspeita na Guarda
    4:47
  • O embaraço do príncipe Harry
    0:29