Cultura

Lembra-se do quadro que rendeu quase 80 milhões? Christie's já tem nova obra de David Hockney para março

Vincent West

"The double portrait of Henry Geldzahler and Christopher Scott" é o nome da obra que Christie's leva a leilão em março do próximo ano

Um mês após a venda recordista de um quadro de David Hockney, a leiloeira Christie´s anunciou que vai levar à praça, em março, outra obra do artista britânico, intitulada "The double portrait of Henry Geldzahler and Christopher Scott".

O quadro "Portrait of an artist (Pool With Two Figures)", vendido em novembro último, valeu quase 80 milhões de euros, um recorde para um artista ainda vivo, como revelou na altura a leiloeira britânica.

"Portrait of an Artist (Pool With Two Figures)", de 1972, é considerada uma das obras mais importantes de David Hockney, de 81 anos, e foi vendida em leilão por 90,3 milhões de dólares, ou seja, 79,7 milhões de euros, numa disputa que durou cerca de dez minutos.

Com esta venda ficou batido o recorde do leilão de uma obra de arte de um artista ainda vivo, superando os 51,5 milhões de euros da venda de "Balloon Dog", do norte-americano Jeff Koons, em 2013.

David Hockney, de 81 anos, que deu contribuições significativas para o movimento de pop art de 1960, é considerado um dos artistas britânicos mais influentes do século XX.

O retrato duplo do curador de arte Henry Geldzahler e do seu parceiro, Christopher Scott, tem a mesma proveniência de "Portrait of an Artist", ou seja, a coleção de Barney A. Ebsworth, um empresário americano e colecionador de arte que morreu em abril aos 83 anos.

A pintura "capturou Geldzahler num momento particularmente decisivo em que o curador organizava a sua exposição mais revolucionária", intitulada "New York Painting and Sculpture: 1940-1970", como referiu o presidente do conselho de administração da Christie's Americas, Marc Porter, num texto da leiloeira sobre a obra.

Em 2019, o quadro completará o quinquagésimo aniversário da pintura, "o que não é apenas um exemplo extraordinário da série mais celebrada do artista, é também uma representação pungente de um dos maiores curadores do século XX", afirma Porter.

"O que me parece extraordinário é o uso que Hockney faz da técnica naturalista", diz Katharine Arnold, diretora de venda na Christie's de Londres.

"Aqui, Hockney dominou a pintura para conjurar o vidro de quatro maneiras diferentes: a janela de vidro com vista para a paisagem urbana, os óculos de leitura de Geldzahler, a moderna mesa de vidro com um lindo vaso de vidro de tulipas.

Reflexão, transparência e luz são temas de Hockney", acrescentou.
Estima-se que a obra seja vendida por mais de 38 milhões de dólares (33,13 milhões de euros), segundo a Christie's..

Geldzahler e Scott aparecerão no leilão, em Londres, no dia 07 de março, na primeira vez que o fazem desde 1992, segundo a Christie's.

O retrato duplo será exibido em Nova Iorque, de 08 a 12 de fevereiro de 2019, e, em Londres, de 02 a 06 de março.

Lusa

  • "Rui Pinto pode ter feito um tremendo serviço à comunidade"
    1:23