Desporto

Tetracampeão olímpico Mo Farah ordenado cavaleiro pela rainha de Inglaterra

A habitual pose de celebração do tetracampeão olímpico, numa conquista fora das pistas.

POOL New

A rainha de Inglaterra, Isabel II, ordenou esta terça-feira o tetracampeão olímpico Mo Farah como cavaleiro do Império Britânico, numa cerimónia no Palácio de Buckingham, pelos serviços prestados ao desporto britânico.

Aos 34 anos, o britânico, nascido na Somália, recebeu a distinção depois de ter abandonado a carreira de pista, para se concentrar na maratona.

"Como alguém que veio da Somália com oito anos sem falar uma palavra de inglês, é incrível ser reconhecido no meu país", assinalou o atleta, durante a cerimónia, no qual reforçou a intenção de participar na maratona de Londres.

Questionado sobre a possibilidade de competir nos Jogos Olímpicos de Tóquio2020, Farah explicou que a participação está dependente dos resultados que conseguir na maratona.

"Se for capaz de conseguir uma medalha ou ficar perto disso, vão ver-me (em Tóquio)", atirou.

Com seis medalhas de ouro em Mundiais e quatro ouros olímpicos, dois em Londres 2012 e dois no Rio2016, em ambos os casos nos 5.000 e 10.000 metros, Farah é considerado o atleta de pista mais bem sucedido da história do Reino Unido.

Lusa

  • Sérgio Conceição elogia prestação dos jogadores menos utilizados
    0:45

    Desporto

    No final do jogo entre Vila Real e FC Porto, que os dragões venceram por 6-0, Sérgio Conceição destacou a qualidade apresentada pelos jogadores menos utilizados no plantel, que tiveram a oportunidade de jogar. O treinador dos azuis e brancos sublinhou ainda que o segredo da vitória esteve no respeito pelo adversário.

  • Portugueses têm menos filhos do que gostariam

    País

    A diretora da representação do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) disse esta sexta-feira que em Portugal a fertilidade desejada está bastante abaixo da realizada, tendo o país uma taxa de fecundidade baixa.