Desporto

Guardiola confirma ausência de David Silva "por motivos pessoais"

Andrew Yates

O treinador do Manchester City, Pep Guardiola, confirmou hoje a ausência do internacional espanhol e seu compatriota David Silva "por motivos pessoais", acrescentando que não sabe quando voltará a contar com o médio.

"Voltará quando estiver pronto, a vida pessoal é o mais importante. Quando voltar a jogar é porque está preparado", sublinhou o treinador da equipa líder da Liga inglesa de futebol.

O médio espanhol fez o último jogo pelos 'citizens' em 23 de dezembro, na goleada ao Bournemouth (4-0), mas já não foi opção -- devido a questões pessoais que não foram reveladas -, com o Newcastle (vitória por 1-0, fora) e com o Crystal Palace (0-0).

Nesse nulo, em jogo disputado no domingo, Guardiola viu lesionarem-se o brasileiro Gabriel Jesus, que deverá ficar fora dos relvados um a dois meses, e o belga De Bruyne, que saiu de maca já no final do encontro.

O resultado interrompeu uma série de 18 vitórias consecutivas da equipa em que alinha o internacional português Bernardo Silva.

O empate impediu também o City de igualar o recorde de vitórias consecutivas nas cinco principais ligas europeias - Inglaterra, Alemanha, Espanha, Itália e França -, que pertence, desde 2004, ao Bayern Munique, que era igualmente treinado por Guardiola.

Lusa

  • Novo aeroporto "em banho-maria"
    0:24
  • Marcelo considera inaceitável divulgação de fotografias de três foragidos
    0:39

    País

    O ministro da Administração Interna considerou inaceitável a divulgação das fotografias dos foragidos do Porto detidos pela PSP. Eduardo Cabrita ordenou um inquérito para apurar como surgiram as imagens dos três homens, algemados, logo depois de terem sido apanhados pela polícia num parque de campismo em Gondomar. A divulgação das fotografias está a chocar o Governo e o Presidente da República. Marcelo Rebelo de Sousa diz que é necessário manter o respeito e dignidade das pessoas e ter atenção às fotografias divulgadas.

  • Medina explica que a Casa do Presidente foi concedida a uma empresa privada em 2014
    0:31

    País

    O presidente da Câmara de Lisboa explica que residência oficial é um "nome histórico" que ficou atribuído à Casa do Presidente da Villa, que foi concedida a uma empresa privada em 2014. A autarquia recebe 2600 euros por mês pelo aluguer do espaço. Fernando Medina acrescenta que a figura do presidente de Câmara não tem nenhuma residência oficial. 

  • Morte do jornalista saudita foi "monstruosamente planeada"
    0:45

    Mundo

    O porta-voz da Turquia, Omer Celik , acredita que a morte do jornalista Jamal khashoggi foi um crime planeado de forma monstruosa. O jornalista terá sido assassinado dentro do consulado saudita em Istambul. O Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, promete revelar toda a verdade sobre o caso.

  • Jovem de 16 anos aponta arma à cabeça da professora em França

    Mundo

    Dois alunos de uma escola em Créteil, na França, foram detidos depois de terem apontado uma arma à professora. Num vídeo filmado e divulgado por colegas, é possível ouvir o aluno a pedir à professora para lhe tirar a falta de presença, ao mesmo tempo que lhe apontava uma pistola de airsoft à cabeça.

  • Há um bufo no Manchester United e Mourinho quer descobrir quem é
    0:34
  • Barco com refugiados afunda a poucos metros da costa da Turquia
    2:21