Desporto

Hugo Miguel é o árbitro do Benfica-Sporting

Árbitro Hugo Miguel.

HUGO DELGADO

O dérbi desta quarta-feira vai ser apitado pelo árbitro Hugo Miguel, indicou o Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol.

Última atualização às 10:19

Hugo Miguel, da Associação de futebol de Lisboa, estará no Estádio da Luz, em jogo com início às 21:30, com os árbitros assistentes Ricardo Santos e Nuno Roque, António Nobre como quarto árbitro, e Tiago Martins no VAR (videoárbitro).

Na sua carreira será o quarto jogo entre grandes que o árbitro de Lisboa dirige e apenas o segundo dérbi, depois de ter estado no Sporting-Benfica da época 2013/2014, em Alvalade, que terminou empatado a 1-1.

Em épocas posteriores, Hugo Miguel esteve ainda no Sporting-FC Porto de janeiro de 2016, com vitória dos 'leões' por 2-0, e num FC Porto-Sporting, em fevereiro do último ano, então com triunfo dos 'dragões', por 2-1.

Hoje, o Conselho de Arbitragem divulgou ainda o árbitro escolhido para a visita do líder FC Porto ao Feirense (20:15), também da 16.ª jornada, que será Fábio Veríssimo, da Associação de Leiria.

O Benfica, terceiro classificado no campeonato, recebe o Sporting separado por três pontos do duo de líderes, com os 'leões' em igualdade pontual com o FC Porto.

Com Lusa

  • "Insuficiente" ou "eleitoralista"? O Orçamento sob o olhar dos partidos
    2:18
  • Falhas de energia suspendem circulação ferroviária na Linha do Oeste e entre Alfarelos e a Figueira da Foz

    País

    A circulação ferroviária entre Alfarelos e a Figueira da Foz, no Ramal de Alfarelos, no distrito de Coimbra, só foi restabelecida hoje de madrugada, depois de ter estado suspensa devido a falhas de energia, segundo a Infraestruturas de Portugal. Já a circulação ferroviária na Linha do Oeste no troço entre o Louriçal e a Bifurcação de Lares/Bifurcação de Verride continua suspensa, mais uma vez devido a falhas no fornecimento de energia.

  • Gasóleo fica mais caro em 2019

    Orçamento do Estado 2019

    O gasóleo vai ficar mais caro no ano que vem. Desta vez, será por via do aumento da taxa sobre as emissões de dióxido de carbono. A medida consta da última versão preliminar do Orçamento do Estado para 2019, a que a SIC teve acesso.

    Notícia SIC

  • BCP ou o banco da Opus Dei?
    1:03
  • Bolsonaro com vantagem de quase 20% sobre Haddad
    1:54
  • França enfrenta as piores cheias em 130 anos
    1:18