Desporto

Mulheres sauditas assistem ao vivo a um jogo de futebol pela primeira vez

STR

A luta contra a discriminação de género na Arábia Saudita continua a registar progressos. Este mês, as mulheres sauditas vão pela primeira vez poder assistir ao vivo a um jogo de futebol.

A permissão, que abrange as três maiores cidades do país - Riade, Jidá e Dammam -, começou já hoje, com centenas de mulheres presentes nas bancadas do estádio King Abdullah Sports City para um duelo entre o Al-Ahli Jeddah e o Al-Batin, do campeonato saudita. A equipa da casa venceu por 5-0 mas este foi um daqueles casos em que o resultado foi o menos importante.

STR

STR

Este foi mais um passo para dar resposta às reivindicações de grupos ativistas, que exigem maior igualdade entre sexos naquele país.

Uma novidade que se seguiu a outras duas que surgiram nas últimas semanas, ambas no panorama desportivo: o primeiro torneio feminino de squash e o primeiro torneio feminino de basquetebol universitário, conta a BBC.

AFP

Apesar destes progressos, há ainda muitas restrições impostas às mulheres sauditas. Não podem, por exemplo, viajar para o estrangeiro ou abrir uma conta bancária sem a autorização de alguém do sexo masculino. E não, não se trata apenas do marido, pois, segundo as regras, todas as mulheres devem estar acompanhadas, em público, por um homem, seja ele o companheiro ou um familiar.

A Arábia Saudita continua a ser, por isso, um dos países com maiores níveis de desigualdade de género no Médio Oriente.

  • Investigadores sugerem redução de 10 a 20% no preço dos medicamentos
    1:24
  • Descoberta arqueológica da década no Tejo
    2:03