Desporto

Treinador do Rio Ave acredita que equipa "vai dar resposta" frente ao Belenenses

O treinador do Rio Ave, Miguel Cardoso, acredita que a sua equipa "vai dar uma resposta a si própria" na partida de domingo, frente ao Belenenses, da 18.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

O técnico dos vila-condenses reconheceu que a recente eliminação da Taça de Portugal, frente ao Desportivo das Aves (4-4, 5-4 nas grandes penalidades), afetou o grupo de trabalho, mas está confiante que o plantel vai conseguir superar.

"Seria demagógico dizer que o que aconteceu não nos afetou. Temos de pensar nesse impacto, absorvê-lo rapidamente, e continuar o caminho, porque não é esse facto que pode condicionar o que vem a seguir", disse o técnico da formação da foz do Ave.

Nesse sentido, Miguel Cardoso aponta que o Rio Ave "vai querer dar uma respostas a si própria, no sentido de ser estável" nesta visita ao terreno do Belenenses, apontando que é fundamental "a equipa manter a sua identidade".

"A mensagem é que temos um compromisso e uma imagem que nos tem dado muito, e ainda temos objetivos individuais e coletivos a cumprir. Não quero que percamos o que já construímos", sublinhou.

Sobre a formação do Restelo, Miguel Cardoso falou "numa equipa ambiciosa, com bom espírito, que quer subir na tabela classificativa", esperando "dificuldades".

"Será um jogo interessante, frente a um adversário com bons jogadores e um treinador competente. Cabe-nos ser ambiciosos e continuar a redefinir objetivos", partilhou.

Para este desafio, os vila-condenses já não vão poder contar com Rúben Ribeiro, que se transferiu esta semana para o Sporting, numa perda que Miguel Cardoso lamenta, mas garante ter alternativas no plantel.

"Temos um conjunto de soluções dentro do grupo que podem dar resposta. Não da mesma forma, porque cada jogador tem o seu valor, mas que poderão trazer coisas diferentes, e a equipa terá de se adaptar", esclareceu.

O treinador dos vila-condenses não divulgou a lista de convocados para a deslocação a Belém, mas já sabe que não pode contar para este jogo com os lesionados Cássio, Nadjack, Yazalde e Nuno Santos.

O Rio Ave, quinto classificado com 27 pontos, defronta no domingo, no Estádio do Restelo, o Belenenses, 11.º com 19, em jogo da 18.ª jornada da I Liga, com início marcado para as as 18:00.

Lusa

  • Uma "mão invisível" ajudou a subir e manter o preço das ações do BCP. Pedro Coelho explica como
    3:42
  • O "amor cego" de Francisco por Maria Leal
    35:21
  • Comandante dos bombeiros da Figueira da Foz diz que demissão é "grito de revolta"
    7:52

    Tempestade Leslie

    O comandante dos Bombeiros Municipais da Figueira da Foz demitiu-se esta quarta-feira depois de ter sido acusado de ter abandonado o posto durante a tempestade Leslie. À SIC, Nuno Osório explica que a demissão é um “grito de revolta” pelas “difamações e mentiras” veiculadas na comunicação social e redes sociais. O comandante afirma ainda que se ausentou do terreno, mas apenas por volta das 05:00 da manhã de domingo por “necessidades pessoais”.

  • Circulação rodoviária e ferroviária suspensas devido a rotura de conduta em Alcântara
    3:35

    País

    O trânsito na Rua Maria Pia continua cortado, assim como a circulação ferroviária entre Ponte Santana e Alcântara-Terra. Tanto a rua como várias casas ficaram inundadas. O diretor de comunicação da EPAL, Marques Sá, garante que a empresa vai avançar com o processo de indemnização a quem foi afetado pelas inundações e anunciou que entretanto foi retomado o abastecimento de água nas três ruas afetadas.

  • Marcelo exige estratégia de combate à pobreza em Portugal
    2:52

    País

    Mais de um milhão de portugueses trabalham, mas vivem na pobreza, e mais de dois milhões estão em risco de exclusão social. São números alarmantes que levam o Presidente da República a exigir ao Governo uma estratégia de combate à pobreza em Portugal.

  • Saiba se a sua conta do Facebook foi afetada pelo ataque informático

    País

    O ataque informático ao Facebook a 25 de setembro expôs informações de 29 milhões de contas. Mas não pense que os afetados estão do outro lado do mundo ou que isso nunca acontece em Portugal. Para tirar as dúvidas, a rede social disponibilizou uma ferramenta que diz se a sua conta foi afetada ou não.

    SIC