Desporto

Arsenal volta a perder, desta vez no campo do Bournemouth

Dylan Martinez

O Arsenal somou este domingo a sexta derrota na liga inglesa de futebol, desta vez por 2-1 no terreno do Bournemouth, que alcançou a primeira vitória da sua história sobre os 'gunners', na 23.ª jornada.

A formação de Arsène Wenger, que segue no sexto lugar a cinco pontos dos lugares de acesso à Liga dos Campeões, somou o quatro jogo consecutivo sem vencer na Premier League, quinto em todas as competições, já que no último fim de semana os londrinos foram pela primeira vez eliminados na terceira ronda da Taça de Inglaterra, frente ao Nottingham Forest, da segunda divisão (4-2).

No Estádio Vitality, o espanhol Bellerin até colocou o Arsenal em vantagem, aos 52 minutos, mas o Bournemouth, que luta pela manutenção, deu a volta ao marcador por Wilson, aos 70, e Ibe, aos 74.

Este resultado permitiu ao Bourmemouth subir ao 13.º lugar e colocar-se quatro pontos acima da zona de despromoção.

Ainda hoje, o Liverpool recebe o líder Manchester City, no jogo 'grande' da ronda, que termina na segunda-feira com a receção do Manchester United, de José Mourinho, ao Stoke City, que durante a semana despediu o técnico Mark Hughes.

Lusa

  • O relato do acidente na 2ª circular: camião entrou em contramão, 3 feridos, um grave
    2:09

    País

    Um acidente aconteceu esta manhã na 2ª Circular, em Lisboa, quando um camião de mercadorias entrou em contramão. No total, nove viaturas estiveram envolvidas no acidente e três pessoas ficaram feridas, uma em estado grave. A jornalista Mónica Martins faz o ponto de situação quando passava pouco das 9h00. O trânsito esteve cortado até ao final da manhã.

  • Incendiários - Investigação
    0:34
  • Primeiro filho de Harry e Meghan chega na primavera
    1:18
  • Vacina da gripe disponível a partir de hoje

    País

    A vacina da gripe começa hoje a estar disponível, sendo gratuita e sem necessidade de receita médica no Serviço Nacional de Saúde para pessoas a partir dos 65 anos, residente em lares e para alguns doentes crónicos.

  • De quem era "a mão por detrás do arbusto"? Cavaco Silva ou José Sócrates?
    1:27
  • Chegou a Portugal a primeira sala onde é possível destruir tudo
    1:51
  • Bolsonaro continua à frente nas sondagens
    1:49