Desporto

Diretor do futebol do Sporting detido

Em atualização

(Arquivo)

Pedro Nunes

O diretor do departamento de futebol do Sporting, André Geraldes, e outras três pessoas foram hoje detidas, disse fonte judicial à SIC. Estão indiciados de crimes de corrupção no desporto. As suspeitas vão já além do andebol e incluem mesmo o futebol.

Última atualização às 12:46

Em comunicado, a PJ adiantou entretanto que a operação "Cashball" envolveu 40 elementos da PJ e incluiu uma dezena de buscas domiciliárias e num clube desportivo. O inquérito da operação é dirigido pelo Departamento de Investigação e Ação Penal do Porto.

André Geraldes é atualmente o homem forte do futebol no Sporting, estava sempre no banco nos jogos ao lado do Bruno de Carvalho. Estava o ano passado à frente das modalidades dos leões.

Foram também detidos:

  • João Gonçalves, empresário e interlocutor do alegado esquema de corrupção, com ligações ao Sporting;
  • Gonçalo Rodrigues, braço direito do André Geraldes;
  • Paulo Silva, empresário que alegadamente corrompia árbitros de andebol e jogadores de futebol.

Os detidos serão agora presentes ao juiz de instrução para aplicação de medidas de coação.

A PJ está, desde cedo, a fazer buscas na SAD do Sporting, em Alvalade. Há suspeitas de um alegado esquema de corrupção relacionado com a compra de equipas de arbitragem no andebol e noutras modalidades, incluindo o futebol.

O Ministério Público está a investigar suspeitas que envolvem o Sporting na compra de árbitros de andebol. O alegado esquema terá permitido ao clube de Alvalade conquistar o título nesta modalidade, na época passada. A SIC teve acesso a várias conversas entre um empresário e um suposto intermediário.

  • Morte de português no Brasil poderá ter sido uma execução
    1:25
  • Canhões, porcelana e pimenta encontrados nos restos da Nau da Carreira da Índia
    3:54