Desporto

Sporting confirma buscas e detenção de "dois colaboradores"

Em atualização

SIC

O Sporting confirmou esta quarta-feira as buscas realizadas pela Polícia Judiciária e que "dois colaboradores foram constituídos arguidos"

Última atualização às 15:41

Num comunicado publicado nas redes sociais, o clube escreve que as diligências foram efetuadas "no âmbito de uma investigação que se encontra em segredo de justiça".

A nota termina como Sporting a garantir que "confia na justiça e, como sempre defendeu, prestou e prestará toda a colaboração necessária ao apuramento da verdade".

Os dois funcionários do Sporting detidos são André Geraldes, o homem forte do futebol do clube que no ano passado estava à frente das modalidades, e o seu braço direto, Gonçalo Rodriguies, coordenador do Gabinete de Apoio ao Atleta.

Quem é André Geraldes?

No âmbito da chamada operação "Cashball", a Polícia Judiciária confirmou esta manhã quatro detenções.

Os outros detidos são João Gonçalves, empresário e interlocutor do alegado esquema de corrupção, com ligações ao Sporting, e Paulo Silva, empresário que alegadamente corrompia árbitros de andebol e jogadores de futebol.

Estão indiciados de crimes de corrupção no desporto. As suspeitas vão já além do andebol e incluem mesmo o futebol.

  • Quem é André Geraldes no Sporting?
    1:21

    Desporto

    André Geraldes, team manager do Sporting, é o braço direito do presidente Bruno de Carvalho, na gestão do clube. Começou por ser oficial de ligação aos adeptos. Depois, o estatuto foi de coordenador do Gabinete de Apoio ao Atleta. Por decisão de Bruno de Carvalho, após a saída de Augusto Inácio, foi promovido a team manager. Quer isto dizer que é responsável pela condução de negociações para a contratação de jogadores, acompanhando a evolução do mercado de transferências. André Geraldes está entre os quatro detidos no âmbito das suspeitas de atos de corrupção no clube.

  • Diretor do futebol do Sporting detido

    Desporto

    O diretor do departamento de futebol do Sporting, André Geraldes, e outras três pessoas foram hoje detidas, disse fonte judicial à SIC. Estão indiciados de crimes de corrupção no desporto. As suspeitas vão já além do andebol e incluem mesmo o futebol.

  • António Costa visita militares portugueses em missão no Afeganistão
    2:10
  • Greta Thunberg e o discurso que silenciou a Cimeira do Clima 
    2:25