Desporto

Volta a Portugal regressa à estrada com ligação entre Sernancelhe e Boticas

NUNO VEIGA/ LUSA

A Volta a Portugal regressa hoje à estrada, após o dia de descanso, com a realização da sexta etapa, entre Sernancelhe e Boticas (165,4 quilómetros), com o espanhol Raúl Alarcón (W52-FC Porto) na liderança.

Com metade da 80.ª edição cumprida, o vencedor de 2017 tem 52 segundos de avanço sobre Jóni Brandão (Sporting-Tavira) e 1.41 sobre o espanhol Vicente García de Mateos (Aviludo-Louletano).

Após a partida de Sernancelhe, em estreia na Volta, os ciclistas terão de passar por três contagens de montanha de terceira categoria, em São João de Lobrigos (60,8 quilómetros), Cumieira (73,5) e Pinho (136,7).

Contudo, a grande dificuldade da etapa estará a 16,6 quilómetros de Boticas, com uma contagem de primeira categoria em Torneiros, uma subida em estreia na Volta a Portugal.

Esta subida será muito curta, mas difícil, com apenas cinco quilómetros, mas com uma pendente média de oito por cento, seguindo-se depois um percurso quase sempre a descer até à cidade transmontana, que recebe pela primeira vez uma chegada.

A sexta etapa terá metas volantes em Moimenta da Beira (11,6 quilómetros), Vila Real (81,7) e Vidago (126,7), sendo a que a partida real será dada às 13:10.A condição física de Rui Vinhas, vencedor em 2017 e um dos principais ajudantes de Alarcón, será uma das questões para esta etapa, depois da violenta queda sofrida na quinta etapa, na segunda-feira.

Lusa

  • Os processos judiciais em que Armando Vara está envolvido
    1:42
  • Um piano que reproduz atuações humanas
    5:21