Desporto

Jaime Marta Soares confirma que a candidatura de Bruno de Carvalho foi rejeitada

É oficial. Jaime Marta Soares confirma que a candidatura de Bruno de Carvalho à presidência do Sporting foi rejeitada. No comunicado publicado no site do clube não são adiantadas as razões para a rejeição.

A imprensa avança, no entanto, que a candidatura de Bruno de Carvalho foi rejeitada por não cumprir os príncipios definidos pelos estatutos do clube.


Em causa está o facto do antigo presidente do Sporting ter sido suspenso por um ano, o que lhe retira os direitos de sócio e assim sendo impossibilita-o de se candidatar à presidência.


A lista de Bruno de Carvalho não poderá ser corrigida. Os estatutos do Sporting prevêem um sistema presidencialista, o que faz com que a queda do número um arraste os restantes membros da lista. Ou seja, Erik Kurgy também não poderá avançar como cabeça de lista pois os prazos de apresentação de candidatura já terminaram.


Antes do comunidado de Jaime Marta Soares, Bruno de Carvalho tinha escrito no Facebook que continuava focado na campanha. O ex-líder do clube de Alvalade garantiu também que a lista iria estar nas eleições do Sporting e que "nada interessa o que diz ou escreve Jaime Marta Soares".


Ainda relativamente às candidaturas para a Presidência do Sporting. As de Frederico Varandas e José Maria Ricciardi já foram aceites.
Quanto às candidaturas de Pedro Madeira Rodrigues, João Benedito, Eugénio Dias Ferreira, Fernando Tavares Pereira e Rui Jorge Rego, foram encontradas algumas irregularidades formais. Posto isto, os candidatos têm 48 horas, ou seja, até domingo à noite, para retificar estas mesmas irregularidades para que possam ir a votos no dia 8 de Setembro.

  • Marine Le Pen de fora da Web Summit de Lisboa
    1:41
  • O meu corpo tem muitos anos
    27:49
  • 301 padres terão abusado de mais de 1.000 crianças nos EUA
    2:04

    Mundo

    Mais de 300 padres católicos do estado da Pensilvânia, nos EUA, são acusados do abuso sexual de mais de 1.000 crianças e jovens, ao longo de 70 anos. A acusação foi ontem divulgada, depois de dois anos de investigação às várias dioceses do estado.

  • Olhá Festa em Idães
    7:17