Desporto

O polémico cartoon de Serena Williams

O cartoonista australiano que desenhou Serena Williams durante a final do US Open negou as acusações de racismo e sexismo de que foi alvo. Mark Knight defende que o seu cartoon representa o “comportamento desagradável” da tenista.

Serena Williams é retratada pelo cartoonista a saltar sobre a raquete partida e com uma chupeta ao lado. O desenho tornou-se viral e rapidamente surgiram críticas contra os “estereótipos racistas” utilizados por Mark Knight.

Mark Knight

O cartoon publicado segunda-feira no jornal Herald Sun, o mais lido da Austrália, retrata ainda o árbitro da partida a conversar com a tenista Osaka, adversária de Williams, perguntando-lhe se pode deixar a norte-americana ganhar.

Damon Johnston, editor do jornal, defende o trabalho do cartoonista que “brinca com o comportamento desagradável de uma lenda do ténis”, escreveu na rede social Twitter. Já a Associação Nacional de Jornalistas Negros considera o retrato “repugnante”.

Mark Knight foi acusado de utilizar estereótipos racistas não só no retrato de Serena, como ainda por desenhar Osaka, uma haitiana-japonesa, como uma mulher branca com cabelo louro.

“O cartoon era apenas sobre a birra de Serena”, disse o autor. As suas contas de Twitter e Facebook foram, entretanto, desativadas.

  • Pertual: Portugal em Mirandês
    19:02
  • O plástico invadiu a Biosfera
    5:45
  • PSD tem a maior queda e vê PS subir nas intenções de voto
    2:22
  • Muitos britânicos querem segundo referendo ao Brexit
    2:02