Desporto

Árbitro português volta aos courts depois da polémica com Serena Williams

Árbitro português volta aos courts depois da polémica com Serena Williams

Carlos Ramos esteve presente, esta sexta-feira, na partida entre a Croácia e os Estados Unidos a contar para as meias-finais da Taça Davis, que se realizou em Zadar, na Croácia. Foi o primeiro jogo do árbitro português depois da polémica com a tenista Serena Williams na final dos Open dos Estados Unidos, no sábado passado.

  • “Penalização sobre Serena é normal e de acordo com o código de conduta”
    10:37

    Desporto

    O Presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Ténis considera as penalizações sobre Serena Williams na final do Open dos Estados Unidos corretas de acordo com o “código de conduta”. Sobre a dualidade de critérios entre homens e mulheres que a tenista contestou, Paulo Cardoso diz não conhecer nenhuma situação em que, após insultar um árbitro, o jogador não tenha sido punido.

  • Os tenistas mais intempestivos de sempre
    2:40

    Desporto

    A reação de Serena Williams às advertências do árbitro português não são novidade para quem está habituado a ver os jogos da norte-americana. A indignação e a revolta que demonstrou em campo também não são exclusivas da atleta. Em momentos de elevada tensão, são vários os tenistas, homens e mulheres, que ao longo dos anos têm tido reações semelhantes.

  • "O Carlos Ramos aplicou muito bem as três violações a Serena Williams"
    8:05

    Desporto

    Hugo Ribeiro considera que o árbitro português esteve bem ao penalizar Serena Williams na final do US Open. O comentador de ténis da Eurosport diz mesmo que a tenista "perdeu todas as estribeiras". Sobre Carlos Ramos, lembra que tem que tem um currículo "completamente enorme e fez tudo bem". O português é árbitro há mais de 30 anos e já arbitrou sete finais.

  • O polémico cartoon de Serena Williams

    Desporto

    O cartoonista australiano que desenhou Serena Williams durante a final do US Open negou as acusações de racismo e sexismo de que foi alvo. Mark Knight defende que o seu cartoon representa o “comportamento desagradável” da tenista.

  • A guerra entre Serena Williams e o árbitro português
    5:36

    Desporto

    Devia ser o dia da consagração dos vencedores no open dos EUA em ténis, mas a vitória de Novak Djokovic, na final masculina, e de Naomi Osaka, na feminina, está a ser contaminada pela guerra entre a americana Serena Williams e o árbitro português Carlos Ramos. A agressão verbal da tenista valeu-lhe uma multa de 17 mil dólares e o apoio da associação de ténis feminino.