Desporto

Patrícia Mamona sentiu-se discriminada com um grupo de amigos à porta da Lux

Patrícia Mamona sentiu-se discriminada com um grupo de amigos à porta da Lux

Patrícia Mamona sentiu-se discriminada, com um grupo de amigos, à porta da discoteca LuxFrágil, em Lisboa. A atleta sentiu que a cor da pele terá sido o único motivo para a LuxFrágil cobrar 300 euros por pessoa. A discoteca não comenta o caso enquanto não apurar o que se passou.

  • A "pena maior" de Constantino Oliveira
    26:03
  • CNN vs. Donald Trump
    1:50