Desporto

Bruno de Carvalho quis ser ouvido pelas autoridades mas foi por engano ao DCIAP

Bruno de Carvalho quis ser ouvido pelas autoridades mas foi por engano ao DCIAP

O antigo presidente do Sporting apresentou-se esta manhã às autoridades para ser interrogado sobre a invasão à Academia do Sporting. Terá sido uma apresentação voluntária às autoridades, de acordo com uma fonte ligada a Bruno de Carvalho, que levou o ex-dirigente ao Departamento Central de investigação e Ação Penal (DCIAP), em Lisboa, mas acabou por ser encaminhado para o Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP), no Campus da Justiça, onde está o processo, como explica o repórter Bruno Castro Ferreira.

Este desenvolvimento acontece poucas horas depois de um funcionário do Sporting ter ficado em prisão preventiva. Bruno Jacinto, que fazia a ligação entre o clube e as claques, que terá sabido do plano para atacar a Academia de Alcochete.