Desporto

"Documentos obtidos de forma ilegal não podem constituir uma prova"

"Documentos obtidos de forma ilegal não podem constituir uma prova"

A defesa de Cristiano Ronaldo diz que as informações que foram divulgadas pela revista alemã Der Spiegel através da investigação Football Leaks sobre a polémica que envolve o jogador são "invenções". Em entrevista à Edição da Noite da SIC Notícias, o advogado Miguel Matias afirma que os documentos não serão prova se foram obtidos de forma ilícita e o acordo poderá não ser reconhecido pela defesa do internacional português.

  • Advogado de Ronaldo diz que documentos foram "manipulados" e são "puras invenções"

    Desporto

    O advogado de Cristiano Ronaldo confirmou esta quarta-feira que houve um acordo entre o jogador português e Kathryn Mayorga, a mulher que o acusa de violação. Contudo, Peter S. Christiansen sublinha que este acordo não representa uma "confissão de culpa". O advogado diz ainda que os documentos divulgados pelos media são "puras invenções", um resultado de roubo e manipulação das informações.

  • Presidente do Brasil indiciado por corrupção

    Mundo

    A polícia federal pediu na terça-feira o indiciamento do Presidente do Brasil, Michel Temer, e de outras dez pessoas investigadas num inquérito sobre supostos esquemas de corrupção no setor portuário do país.

  • O "amor cego" de Francisco por Maria Leal
    35:21
  • BCP ou o banco da Opus Dei?
    1:03