Desporto

Bayer Leverkusen despede treinador

ARMANDO BABANI

A equipa alemã já anunciou também o seu sucessor.

O Bayer Leverkusen anunciou este domingo o despedimento do treinador de futebol Heiko Herrlich e a contratação do holandês Peter Bosz, que já orientou clubes como Ajax e Borussia Dortmund.

"Heiko Herrlich deu à nossa equipa um impulso importante no ano passado, depois de uma temporada difícil, ao classificar-nos para as competições europeias. Estávamos convictos e determinados que iríamos dar a volta com ele no comando técnico. Infelizmente, tem havido uma inegável estagnação no desenvolvimento da equipa", lê-se no sítio oficial do clube na Internet.

Herrlich, de 47 anos, treinava o emblema de Leverkusen desde julho de 2017 e concluiu o último campeonato no quinto lugar.

No sábado, em jogo da 17.ª jornada, o Bayer Leverkusen venceu em casa o Hertha Berlim, por 3-1, e igualou o emblema da capital e o Hoffenheim no sétimo lugar da Liga alemã, todos com 24 pontos, menos 18 do que o Borussia Dortmund, que lidera.

"Com o treinador Peter Bosz, queremos voltar a cumprir os nossos objetivos ambiciosos, o mais rapidamente possível. Claro que esta é também uma mensagem para os jogadores, que têm de mostrar as suas inegáveis capacidades de forma consistente, o que infelizmente foi raro nos últimos seis meses", afirmou o diretor-executivo do clube, Fernando Carro.

Bosz, de 55 anos, vai iniciar funções em 04 de janeiro de 2019, anunciou o Bayer Leverkusen, que vai disputar os 16 avos de final da Liga Europa frente aos russos do Krasnodar, em fevereiro.

O campeonato alemão cumpre uma interrupção de praticamente um mês, sendo retomado no fim de semana de 19 e 20 de janeiro.

Lusa