Economia

Governo quer avançar com bónus para a função pública  

(Arquivo)

Lusa

O Governo quer avançar com a criação de um bónus para os funcionários públicos que consigam reduzir a despesa dos respetivos serviços, sem afetar a qualidade.

A medida consta do Programa Nacional de Reformas que foi aprovado este mês. A novidade é que o Ministério das Finanças espera definir o modelo de recompensas até ao final de maio.

De acordo com o Jornal de Negócios, o prémio pode ser um bónus salarial ou formação profissional.

A recompensa corresponderá a uma percentagem do valor da redução da despesa e será distribuída pela equipa de forma proporcional aos salários.

Ainda não se sabe se este modelo de prémios será aplicado a toda a função pública.

O processo de candidatura e avaliação é da responsabilidade da Inspeção-Geral das Finanças.

  • Calor vai continuar até ao final da semana
    1:18
  • Governo promete resposta firme à detenção de portugueses na Venezuela
    1:59
  • 7 M€ para projetos em prol da igualdade de género

    País

    O Governo lança hoje um programa de financiamento de projetos de conciliação e igualdade de género, no valor de sete milhões de euros, disponibilizados no âmbito do mecanismo financeiro do Espaço Económico Europeu EEA Grants 2014-2021.

  • Juiz nomeado por Trump diz que acusações de assédio sexual são "difamação" 
    1:23

    Mundo

    Há uma segunda acusação de assédio sexual contra o juíz nomeado por Donald Trump, para o Supremo Tribunal dos Estados Unidos. Uma mulher, de 53 anos, acusa Brett Kavanaugh, de a ter assediado na década de 80 quando ambos frequentavam a universidade. Tal como já tinha acontecido com a acusação anterior, tanto o juíz quanto a Casa Branca negam as alegações e dizem que é uma campanha para difamar o homem escolhido pelo presidente Trump.