Economia

PS e PSD querem acordo sobre fundos e descentralização até ao verão

PS e PSD querem acordo sobre fundos e descentralização até ao verão

PSD e PS querem fechar acordos até ao início do Verão. O Jornal Expresso diz que as negociações sobre a descentralização e a distribuição de fundos comunitários vão avançar já na próxima semana.

  • Santana diz que Rio está a deitar fora a estratégia de Passos
    1:57

    País

    Pedro Santana Lopes diz que ao abrir a porta ao PS Rui Rio está a deitar fora a linha estratégica de Passos Coelho. Na SIC Notícias, Santana diz que se fosse líder do PSD preferia ter-se encontrado primeiro com Assunção Cristas, do que com António Costa. Também no Expresso da Meia Noite, Pedro Silva Pereira defendeu que o diálogo com o PSD não significa que o PS esteja a fazer jogo duplo e não acredita que isso possa por em causa a estabilidade da governação.

  • Jerónimo de Sousa acusa PS de se unir a PSD e CDS e voltar às "velhas políticas"
    0:31

    País

    Jerónimo de Sousa não quis comentar a reunião entre António Costa e Rui Rio, mas não escondeu o desagrado para com o Partido Socialista. Num discurso esta terça-feira em Lisboa, o secretário-geral do partido acusou os socialistas de se unirem ao PSD e CDS, dando como exemplo o voto contra a recente proposta do Partido Comunista para reversão das alterações às leis de trabalho.

  • Papa Francisco - entre a vulnerabilidade de um abalo e a oportunidade de uma reforma

    Papa e a tensão na Igreja

    Não é o tempo cronológico que define Francisco, mas o tempo da oportunidade, sem necessariamente sintonizar a ação com o tempo mediático. Esta circunstância pode dar um bom enquadramento de leitura para o «escândalo» dos abusos sexuais por parte de clérigos católicos. Mas o impacto mediático gerado pelo relatório da Pensilvânia e pela carta de um arcebispo a pedir a resignação do Papa, com a visita à Irlanda como pano de fundo, acabou por criar também uma oportunidade. Os próximos meses são por isso fulcrais para atenuar os danos e reconstruir laços de confiança nas instituições. Não há folga para oportunidades desperdiçadas. A pressão é elevada. A dimensão mediática não terá sido devidamente valorizada. Francisco ficou mais exposto às críticas e aos críticos.

    Joaquim Franco

  • Piloto que morreu no Estoril terá ficado sem travões
    1:17
  • Empresa de segurança sob suspeita na Guarda
    4:47
  • O embaraço do príncipe Harry
    0:29