Economia

Portugueses continuam a ser dos mais descontentes com situação económica

Rafael Marchante

Apenas um terço dos portugueses avaliam de forma positiva a atual situação da economia nacional, o décimo valor mais baixo da UE, embora bastante acima do sentimento durante a crise, revela um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Comissão Europeia.

O Eurobarómetro de outono (o inquérito foi conduzido entre 5 e 12 de novembro) revela que 33% dos portugueses consideram "boa ou muito boa" a situação da economia portuguesa, enquanto 63% a classificam como "má ou muito má", quando a média comunitária é de 48% de opiniões positivas sobre o estado das respetivas economias nacionais.

Embora Portugal continue entre os 10 países da União com uma avaliação mais negativa da respetiva economia nacional (surgindo de forma destacada na "cauda" da tabela a Grécia, onde apenas 2% avaliam positivamente a situação económica), o valor de 33%, que já se registava na primavera de 2017, é o mais elevado dos últimos 13 anos e mais que o dobro de opiniões positivas registadas no outono de 2016 (15%).

No auge da crise, durante o programa de assistência externa, a percentagem de portugueses que consideravam a situação económica nacional "boa ou muito boa" baixou até aos 3% (na primavera de 2012 e no outono de 2013).

Por outro lado, quando questionados sobre os problemas mais importantes que o país enfrenta, a maioria dos portugueses continua a eleger o desemprego como o maior problema (42%, acima da média comunitária de 36%).

Lusa

  • Diretor artístico demite-se do Museu de Serralves
    2:44

    Cultura

    Estão ainda por esclarecer as razões da demissão do diretor artístico do Museu de Serralves. João Ribas apresentou a demissão esta sexta-feira, um dia depois da inauguração da exposição do fotógrafo Robert Mapplethorp. A demissão foi associada a restrições a algumas imagens de cariz sexual explícito. Mas a Fundação de Serralves garante que foi o próprio João Ribas quem decidiu retirar duas obras da exposição. E sublinha que estava decidido desde o início apresentar as obras de cariz sexual explícito numa zona com acesso restrito.

  • Personalidades do futebol dizem que Ronaldo foi vítima de excesso de zelo
    2:03

    Desporto

    A UEFA vai anunciar o castigo de Cristiano Ronaldo na próxima quinta-feira, depois do cartão vermelho que o internacional português recebeu no jogo da Liga dos Campeões. O castigo pode ir de um a três jogos de suspensão. Várias personalidades do mundo do futebol acreditam que o jogador foi vítima do excesso de zelo do árbitro.