Economia

O recuo do Governo após as críticas da esquerda?

O recuo do Governo após as críticas da esquerda?

António Costa admite negociar aumentos salariais para a função pública no próximo ano. Depois de Mário Centeno ter rejeitado subidas em 2019, agora é o primeiro-ministro que deixa a porta entreaberta. A confirmar-se, será um recuo depois das críticas da oposição.

  • Costa admite possibilidade de aumentos na função pública em 2019
    2:26

    Economia

    António Costa admitiu hoje a possibilidade de os funcionários públicos serem aumentados no próximo ano, possibilidade que tem vindo a ser recusada pelo Governo. Quem deu o mote à discussão deste tema foi Rui Rio, que disse não compreender como se tem gasto tanto dinheiro na banca, sem margem para aumentos na função pública. Dias antes, o ministro das Finanças não tinha referido aumentos na função pública nas contas que apresentou sobre o Programa de Estabilidade para o período até 2022.

  • Taxistas em protesto há uma semana, manifestação marcada para amanhã em frente ao Parlamento
    3:57
  • Morte de português no Brasil poderá ter sido uma execução
    1:25
  • Canhões, porcelana e pimenta encontrados nos restos da Nau da Carreira da Índia
    3:54