Economia

Taxa de jovens 'nem-nem' recua na UE para mínimos de há dez anos

Rafael Marchante

A percentagem de jovens que não trabalham nem estudam recuou, no primeiro trimestre, para o valor de há dez anos na União Europeia (UE), com a zona euro e Portugal a acompanharem a tendência, estima hoje o Eurostat.

De acordo com uma estimativa do gabinete de estatísticas da UE, nos primeiros três meses de 2018, a taxa de jovens entre os 15 e os 24 anos que não trabalham nem estudam ('nem-nem') recuou para os 10,6% nos 28 Estados-membros, quer em termos homólogos (10,9% no primeiro trimestre de 2017), quer face aos 10,8% registados entre outubro e dezembro últimos.

Esta percentagem é igual ao valor mínimo registado no primeiro trimestre de 2008, quando atingiu o valor mínimo.Na zona euro, estimam-se em 10,8% os jovens 'nem-nem', um recuo homólogo (11,0%) e também na variação trimestral (10,9%).

Portugal acompanhou, na variação homóloga, a tendência em baixa (9,2% entre janeiro e março de 2017), mas a percentagem de jovens 'nem-nem' manteve-se estável nos 8,8% na variação trimestral.

Lusa

  • Fernando Pinto suspeito de gestão danosa
    1:28

    Economia

    Fernando Pinto foi constituído arguido por suspeitas de gestão danosa. O processo está ligado à compra da VEM - a Varig Engenharia e Manutenção no Brasil - e envolve outros cinco membros da equipa do ex-presidente da TAP, que diz aguardar serenamente o desfecho do processo, uma vez que ainda não existe acusação.

  • Justiça investiga "saco azul" no Sporting de Braga
    1:31

    Desporto

    A justiça estará a investigar um alegado "saco azul" no Sporting Clube de Braga. A imprensa de hoje avança que o Ministério Público abriu um inquérito-crime. Em causa estarão alegadas faturas falsas e pagamentos sem fatura. O Braga reage em comunicado. Associa a notícia a "factos falsos" imputados à SAD pelo antigo diretor geral, João Gomes, que o clube acusa de chantagem e tentativa de extorsão.

  • O embaraço do príncipe Harry
    0:29