Economia

Menos comboios nas linhas de Sintra e Cascais

Menos comboios nas linhas de Sintra e Cascais

Prepare-se para mais alterações nos comboios já a partir de agosto. A CP vai reduzir o número de comboios nas horas de ponta nas linhas de Sintra e Cascais. A decisão prende-se sobretudo com dificuldades na manutenção das carruagens.

A CP vai cortar no número de máquinas que tem a circular nas horas de ponta em duas das principais linhas. De acordo com o Diário de Notícias, a linha de Sintra é a mais afetada.

A 5 de agosto deixará de existir comboio direto entre Sintra e Alverca, que só funcionava precisamente na hora de ponta, entre as 6h26 e as 9h26. E a ligação entre Mira Sintra-Meleças e Rossio passará a ser feita de meia em meia hora, em vez de ser a cada 20 minutos.

Na linha de Cascais, os comboios circularão apenas de 15 em 15 minutos, em vez de 12, entre o Cais do Sodré e Cascais. E nas horas de maior afluência haverá menos dois comboios por hora.

Cortes também na Linha do Oeste. Deixa de haver comboio direto entre as Caldas da Rainha e Coimbra, ligação que dura uma hora e 55 minutos. Os passageiros terão de fazer um transbordo na estação da Amieira para uma automora tripla elétrica, que não é usada há 5 anos. Passará a haver apenas duas viagens por dia, em vez de 3, entre as Caldas da Rainha e Sta Apolónia.

A comissão de trabalhadores da CP, que a SIC tentou ouvir sem sucesso, revela ao Diário de Notícias que é preciso poupar material para que as peças possam ser usadas noutros comboios e assume que não havendo dinheiro para comprar novas peças, o material que existe tem de ser distribuído de outra forma.

Os problemas nestas 3 linhas podem vir a afetar outras tantas, já que a empresa que faz a manutenção e reparação de comboios, a EMEF, não tem pessoal nem dinheiro para dar resposta às necessidades.

A SIC contactou a CP - Comboios de Portugal para perceber quando é que os serviços poderão voltar à normalidade, mas a empresa pública não quis fazer comentários.

Haverá também mexidas nos horários do Alfa Pendular e do Intercidades e as viagens entre Lisboa e Porto vão demorar mais 6 minutos. O primeiro comboio Intercidades, já que o primeiro Alfa foi suprimido, passa a sair de Lisboa meia hora mais tarde: às 6h30 da manhã. A última viagem manter-se-á às 21:30.

  • Contas Poupança ajuda-o a preparar-se para os descontos da Black Friday
    8:07