Economia

Governo venezuelano aumenta valor da cotação de moeda estrangeira

Mariana Bazo

O Banco Central da Venezuela (BCV) aumentou o valor da cotação para as remessas que os venezuelanos recebem desde o estrangeiro de 2,9 milhões para 4,001 milhões de bolívares para cada dólar americano.

Na prática, o aumento do valor pago pelas remessas recebidas representa uma desvalorização de 27,6% do bolívar, a moeda venezuelana.

Devido a este aumento, uma das três casas de câmbio autorizadas a trocar divisas atualizou imediatamente a cotação, esperando-se que as outras duas, a Western Union e a Moneygram, também o façam, segundo as autoridades.

Na Venezuela vigora, desde 2003, um sistema de controlo cambial que impede a livre obtenção local de moeda estrangeira, situação que obriga os venezuelanos a recorrrem às autoridades para obterem autorização para aceder a divisas, um processo que nem sempre é satisfatório.

Em alternativa, alguns venezuelanos optam por acudir ao mercado negro, onde no dia de hoje a moeda norte-americana tinha uma cotação de 4,31 milhões de bolívares e o euro 4,91 milhões de bolívares.

A atualização do valor de câmbio para as remessas tem lugar depois de o Governo venezuelano derrogar, recentemente, a Lei de Ilícitos Cambiais, passando a permitir a venda de moeda estrangeira sem penalizações, inclusive entre particulares.

No entanto, continua a haver restrições para aceder a divisas e as remessas desde o estrangeiro têm que passar legalmente pelo Banco Central da Venezuela, à taxa de câmbio afixada pelo executivo.

A crise venezuelana tem feito aumentar as remessas do estrangeiro, principalmente entre familiares, que tentam dessa forma ajudar aqueles que residem no país.

Lusa

  • Enfermeiros iniciam greve de dois dias 

    Economia

    Os sindicatos dos enfermeiros deram início, à meia noite, a dois dias de greve nacional que visa pressionar o Governo a apresentar uma contraproposta ao diploma da carreira de enfermagem.

  • Novos e-mails põem em causa valores da saída de Garay do Benfica
    2:44

    Desporto

    O pirata informático suspeito de ter desviado centenas de e-mails do Benfica revelou mais material, alegadamente comprometedor. Segundo uma mensagem alegadamente trocada entre Luís Filipe Vieira e Paulo Gonçalves, publicada esta quarta-feira na internet, o negócio da venda de Garay poderá ter sido feito por 13 milhões de euros e não por 6, como foi anunciado.

  • Saiba como escolher o melhor Plano Poupança Reforma
    8:32
  • Este pode ser um natal de sonho para os fãs de Harry Potter

    Mundo

    Os estúdios da Warner Brothers, em Londres, vão abrir as portas na época natalícia. Entre os dias 10 e 12 de dezembro o grande salão de Hogwarts servirá de cenário para um jantar que promete transportar os fãs de Harry Potter até ao imaginário de J.K. Rowling. Os bilhetes estão disponíveis a partir da próxima semana.

  • A imagem que está a emocionar a Índia

    Mundo

    A fotografia de um menino a despedir-se do pai, que morreu durante um acidente de trabalho, está a emocionar a Índia. Tanto que, num só dia, os internautas conseguiram angariar mais de três milhões de rupias (cerca de 36 mil euros) para ajudar a família.

    SIC

  • "Eu chupo e você?", a campanha contra as palhinhas que já dão multas no Brasil
    2:36

    Mundo

    A partir de hoje, o Rio de Janeiro vai multar até 340 euros todos os comerciantes que ofereçam palhinhas de plástico aos clientes. Em caso de reincidência, as multas podem ultrapassar os 1200 euros. Isto meses depois de ter sido lançada no país a campanha #paredechupar para eliminar os “canudos de plástico” que podem demorar mais de 400 anos a degradar-se. Só na União Europeia, são usadas 36,4 mil milhões de palhinhas todos os anos. Em todo o mundo, os números devem chegar aos mil milhões por dia.