Economia

Défice da balança comercial de bens recuou em setembro

O défice da balança comercial de bens atingiu 1.203 milhões de euros em setembro, menos 49 milhões de euros que no mesmo mês de 2017, anunciou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O INE adianta que, excluindo os combustíveis e lubrificantes, a balança comercial atingiu um saldo negativo de 897 milhões de euros, que traduz uma diminuição de 53 milhões de euros do défice da balança comercial em relação a setembro do ano passado.

Em setembro, as exportações e as importações de bens registaram variações homólogas nominais de 1,7% e 0,5%, respetivamente, desacelerando ambas em relação a agosto, quando as exportações e importações registaram variações homólogas de 2,3% e 8,7%. Excluindo os combustíveis e lubrificantes, as exportações aumentaram 3,3% e as importações cresceram 1,7%, contra 1,3% e 1,4%, respetivamente, em agosto deste ano.

A paragem programada das refinarias nacionais condicionou significativamente o comportamento global quer das exportações quer das importações nos meses de agosto e setembro.

No terceiro trimestre de 2018, as exportações e as importações de bens aumentaram, respetivamente, 6,1% e 7,3% face ao mesmo período de 2017. No segundo trimestre, as exportações e importações tinham registado variações de 10,8% e 9,5%, respetivamente.

Em termos acumulados, de janeiro a setembro de 2018 as exportações aumentaram 6,7% e as importações cresceram 7,8%.

Lusa

  • Sismo de 3.4 sentido no litoral norte do país

    País

    Um sismo de 3.4 na escala de Richter foi registado por volta das 20:00. Segundo as informações, todo o norte litoral do país sentiu o abalo, nomeadamente os distritos de Porto, Braga e Viana do Castelo.

  • Pertual: Portugal em Mirandês
    19:02
  • O plástico invadiu a Biosfera
    5:45
  • PSD tem a maior queda e vê PS subir nas intenções de voto
    2:22
  • Muitos britânicos querem segundo referendo ao Brexit
    2:02