Economia

Economia vai crescer a um ritmo mais lento, prevê o Banco de Portugal

Economia vai crescer a um ritmo mais lento, prevê o Banco de Portugal

O Banco de Portugal está mais pessimista quanto à evolução da economia portuguesa

O Banco de Portugal prevê que a taxa de desemprego em 2021 ronde os 5%. O regulador fez as projeções sobre vários indicadores económicos e diz que a economia portuguesa vai continuar a crescer, mas a um ritmo menor.

O Banco de Portugal está mais pessimista quanto à evolução da economia portuguesa. Boletim Económico, divulgado esta terça-feira, prevê em baixa o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto).

De acordo com as previsões do Banco de Portugal, o PIB deverá crescer 2,1%, menos duas décimas do que previa há dois meses e abaixo do esperado pelo Governo.

O cenário confirma a desaceleração da economia que deverá continuar a abrandar de ritmo até 2021.

Este agravamento do cenário deve-se sobretudo ao desempenho das exportações, que deverá ser pior do que o esperado. Em vez de crescerem 5%, deverão crescer apenas 3,6%, este ano.

Também as expetativas quanto ao consumo privado pioraram. Apesar deste maior pessimismo, o cenário traçado pelo Banco de Portugal melhorou em relação ao investimento das empresas que em 2021 deverá superar os níveis anteriores à crise.

No desemprego, mantém-se a tendência de queda. Dentro de 4 anos, a taxa deverá estar próxima dos 5%.

  • "Rui Pinto pode ter feito um tremendo serviço à comunidade"
    1:23