Ataque em Manchester

Polícia britânica detém 13º suspeito de ligações a ataque suicida

Phil Noble

A polícia britânica anunciou este domingo a detenção de um homem de 19 anos em ligação com o atentado suicida que causou 22 vitimas mortais na segunda-feira em Manchester, no Reino Unido.

O homem, detido numa operação de busca no bairro de Gorton, na zona sudeste desta cidade do norte de Inglaterra, por "suspeita de infringir as leis antiterroristas".

Esta detenção eleva para 13 o número de pessoas atualmente detidas no âmbito das investigações sobre este atentado, precisou em comunicado a polícia da região de Manchester.

Os 13 detidos, com idades entre os 18 e os 44 anos, estão a ser interrogados pela polícia devido ao atentado da passada segunda-feira na Manchester Arena, que causou 22 mortos, além do atacante, e 75 feridos, algumas dezenas em estado grave.

Entre eles, encontra-se Ismail Abedi, irmão do terrorista suicida Salman Abedi, o britânico de origem líbia de 22 anos que detonou uma bomba caseira à saída de um concerto da cantora norte-americana Ariana Grande.

Foram ainda detidos na Líbia outro irmão do autor do ataque, Hashim, e o seu pai, Ramadán Abedi, supostamente vinculado a um grupo radical.

Lusa

  • Enfermeiros iniciam greve de dois dias 

    Economia

    Os sindicatos dos enfermeiros deram início, à meia noite, a dois dias de greve nacional que visa pressionar o Governo a apresentar uma contraproposta ao diploma da carreira de enfermagem.

  • Novos e-mails põem em causa valores da saída de Garay do Benfica
    2:44

    Desporto

    O pirata informático suspeito de ter desviado centenas de e-mails do Benfica revelou mais material, alegadamente comprometedor. Segundo uma mensagem alegadamente trocada entre Luís Filipe Vieira e Paulo Gonçalves, publicada esta quarta-feira na internet, o negócio da venda de Garay poderá ter sido feito por 13 milhões de euros e não por 6, como foi anunciado.

  • Saiba como escolher o melhor Plano Poupança Reforma
    8:32