Crise no Sporting

Altice Portugal repudia atos de violência relacionados com o Sporting

Rafael Marchante/ Reuters

A Altice Portugal, patrocinadora de vários clubes de futebol, entre eles o FC Porto, bem como da seleção nacional, manifestou esta quarta-feira o seu "repúdio" pelos atos de violência de terça-feira relacionados com o Sporting.

"O futebol Português não merece este tipo de comportamentos e muito menos ser beliscado por atos que em nada se identificam com a linha estratégica e orientadora do nosso País", criticou a empresa, em comunicado.

Em causa as agressões de que foram alvo os jogadores e equipa técnica do Sporting, na terça-feira, quando um grupo de adeptos invadiu a Academia do clube, em Alcochete, situação que tem manifestado reações reprovadoras de diversas entidades desportivas e políticas.

"A Altice Portugal não pode deixar de repudiar o episódio de violência (...) alhear-se dos factos ocorridos esta terça-feira que não representam, de forma alguma, o espírito do Desporto que se quer feito de competição saudável, espetáculo e desportivismo", refere a empresa.

A entidade reconhece, no entanto, "o esforço e dedicação dos mais diversos intervenientes no futebol português" e revela "orgulho" pelos seus resultados internacionais, nomeadamente o facto de Portugal ostentar o título de campeão da Europa.

"Não podemos ignorar a importância do futebol para a sociedade portuguesa, as emoções que desperta, o orgulho que provoca, as paixões que motiva. O futebol é, sem dúvida, desporto rei em Portugal, por isso mesmo exige responsabilidade e responsabilização", reforça.

A Altice Portugal, que entende que este episódio "não representa o futebol, nem o desporto português", é patrocinadora, através do MEO, de vários clubes nacionais, da seleção, estando ainda associada ao Desporto Escolar Português.

Lusa

  • Os processos judiciais em que Armando Vara está envolvido
    1:42
  • Um piano que reproduz atuações humanas
    5:21