Crise no Sporting

Suspeitos das agressões em Alcochete começam a ser ouvidos esta 5.ª feira

RUI MINDERICO

Os 23 detidos na terça-feira na sequência das agressões registadas na Academia do Sporting, em Alcochete, foram esta quarta-feira identificados e só na quinta-feira vão começar a ser ouvidos, informou o tribunal do Barreiro.

Segundo um comunicado do juiz de instrução criminal do tribunal do Barreiro, distribuído cerca das 20:15, os arguidos foram "devidamente identificados e tomaram conhecimento dos factos que lhes são imputados".

De acordo com o comunicado do tribunal, os defensores dos arguidos "solicitaram cópias dos elementos de prova que sustentam os factos, o que foi deferido e, atenta a extensão daqueles, e o adiantado da hora, foi entregue aos senhores advogados uma cópia dos elementos solicitados e adiada a continuação desta diligência para o dia de amanhã [quinta-feira] , pelas 10:00, para possibilitar a análise e o cabal exercício de defesa dos arguidos".

Na terça-feira, cerca de 50 pessoas, de cara tapada, alegadamente adeptos 'leoninos', invadiram a Academia de Alcochete e, depois de terem percorrido os relvados, chegaram ao balneário da equipa principal, agredindo vários jogadores, entre os quais Bas Dost, Acuña, Rui Patrício, William Carvalho, Battaglia e Misic, o treinador Jorge Jesus e outros membros da equipa técnica.

A GNR anunciou hoje que efetuou 23 detenções, apreendeu cinco viaturas e recolheu depoimentos de 36 pessoas, entre jogadores, equipa técnica, funcionários e vigilantes ao serviço do Sporting, na sequência da invasão à academia do clube, em Alcochete.

A equipa principal do Sporting cumpria o primeiro treino da semana, depois da derrota no terreno do Marítimo (2-1), que relegou a equipa para o terceiro lugar da I Liga, iniciando a preparação para a final da Taça de Portugal, marcada para domingo, diante do Desportivo das Aves, no Estádio Nacional, em Oeiras.

Lusa

  • Diretor do Museu Serralves demite-se

    Cultura

    O diretor artístico do Museu de Arte Contemporânea de Serralves, João Ribas, apresentou esta sexta-feira o pedido de demissão à administração da Fundação Serralves.

  • Filho de José Eduardo dos Santos vai a tribunal pelo "caso dos 500 milhões"
    1:44

    Mundo

    O filho do ex-Presidente angolano José Filomeno dos Santos e o ex-governador do Banco Nacional de Angola Valter Filipe enfrentam a acusação do Ministério Público, no chamado "caso dos 500 milhões", que os acusa de alegada associação criminosa, fraude e branqueamento de capitais. Em Luanda, a Procuradoria-Geral da República confirmou o envio do processo para tribunal.

  • Personalidades do futebol dizem que Ronaldo foi vítima de excesso de zelo
    2:03

    Desporto

    A UEFA vai anunciar o castigo de Cristiano Ronaldo na próxima quinta-feira, depois do cartão vermelho que o internacional português recebeu no jogo da Liga dos Campeões. O castigo pode ir de um a três jogos de suspensão. Várias personalidades do mundo do futebol acreditam que o jogador foi vítima do excesso de zelo do árbitro.

  • PGR de Angola confirma detenção de antigo ministro

    Mundo

    A Procuradoria-Geral da República (PGR) de Angola confirmou esta sexta-feira a detenção do antigo ministro dos Transportes angolano, Augusto Tomás, indiciado pela prática dos crimes de peculato, corrupção, branqueamento de capitais, entre outros puníveis pelo Código Penal.