Crise no Sporting

Bruno de Carvalho divulga mensagens trocadas com Gelson, Bruno Fernandes e empresário de Bas Dost

O presidente do Sporting publicou, através da sua página de Facebook, as mensagens trocadas com Gelson Martins, Bruno Fernandes e Gunther Neuhaus, empresário de Bas Dost.

Na publicação, Bruno de Carvalho refere ainda que continua à espera do pedido dos sócios para uma assembleia geral destitutiva, ou para receber as cartas do jogadores em conformidade com as suas exigências mencionadas ontem na conferência de imprensa.

Ao empresário de Bas Dost, Bruno de Carvalho enviou a seguinte mensagem: "Olá Gunther. Como estás. Por favor eu preciso que digas algo porque um jornal está a dizer que o Bas só fica se eu sair." Em resposta, o empresário do holandês disse:

Olá Bruno, a única coisa que eu posso dizer neste momento é: o Bas está devastado, isto nunca lhe deveria ter acontecido. É uma injustiça brutal, ele não merece isto. Ele não confia em ninguém neste momento. Agora ele foi de férias e quando voltar eu vou falar com ele sobre a situação. Nós não vamos dar esclarecimento à comunicação social agora.

"Obrigado Gunther. Nós melhoramos todas as condições de segurança na academia e os criminosos já estão na prisão (e vão lá ficar). Isto nunca mais vai acontecer", rematou Bruno de Carvalho.

Nesta publicação, Bruno de Carvalho volta a frisar: "Serviços continuam prontos para receber qualquer pedido de AG destitutiva e nós prontos para receber as cartas, em conformidade com o que mencionei ontem, dos 6 jogadores que rescindiram, para pedirmos demissão imediata."

  • A "pena maior" de Constantino Oliveira
    26:03
  • Pilotos avistam OVNI ao largo da costa irlandesa

    Mundo

    Vários pilotos avistaram objetos luminosos que se moviam rapidamente ao largo da costa da Irlanda. O incidente ocorreu na sexta-feira e já está a ser investigado pela Autoridade de Aviação Irlandesa.

  • "Fomos o segundo país da UE com maior crescimento de investimento estrangeiro"
    2:00

    País

    António Costa respondeu indiretamente ao Conselho de Finanças Públicas, que considera que o Estado não se está a precaver contra eventuais futuras crises. O primeiro-ministro argumentou que Portugal é o terceiro país da Europa onde a exportações mais cresceram e o segundo com maior crescimento do investimento estrangeiro, demonstrando a capacidade de atração da economia portuguesa.

  • CNN vs. Donald Trump
    1:50