Operação e-toupeira

Fase de instrução do processo e-toupeira adiada para quarta-feira

Carl Recine

O início da fase de instrução do processo e-toupeira foi adiado para quarta-feira. Esta fase foi requerida pelos quatro arguidos, que incluem a SAD do Benfica e Paulo Gonçalves. O juiz de Instrução Criminal vai decidir se o processo segue ou não para julgamento.

O arranque estava previsto para esta terça-feira.

Esta quarta-feira, será ouvido o antigo observador de árbitros, Júlio Loureiro. Já na sexta-feira, é a vez de Paulo Gonçalves.

A SAD do Benfica defende que a acusação do Ministério Público é infundada e deve cair nesta fase.

A acusação considera que Luís Filipe Vieira sabia e autorizou a entrega de benefícios a dois funcionários judiciais, por parte de Paulo Gonçalves, a troco de informações sobre processos em segredo de justiça, que envolviam o Benfica e os clubes rivais.

  • O sonho americano
    12:13
  • Mantém-se impasse no Brexit
    2:14