Operação Fizz

Advogada diz que ex-procurador Orlando Figueira foi alvo de ameaças

LUSA

A advogada do ex-procurador Orlando Figueira, que está a ser julgado no âmbito do caso Operação Fizz, comunicou esta quinta-feira ao tribunal que o seu constituinte foi alvo de ameaças.

Carla Marinho indicou que Orlando Figueira, a irmã do ex-magistrado, que é testemunha no processo, e ela própria foram alvo de ameaças no edifício do tribunal e num hotel em Lisboa por alguém que disse "estar a mando de uma pessoa muito mencionada neste processo".

A advogada pediu ao tribunal a visualização dos vídeos de vigilância nos dias 27 e 28 de fevereiro da receção do tribunal e da zona perto da sala de audiência, onde decorre o julgamento.

Lusa

  • Piloto que morreu no Estoril terá ficado sem travões
    1:17
  • Empresa de segurança sob suspeita na Guarda
    4:47
  • O embaraço do príncipe Harry
    0:29