Óscares 2017

Musical "La La Land" arrecada 14 nomeações para os Óscares e destrona "Mary Poppins"

O musical "La La Land: Melodia de amor", de Damien Chazelle, soma 14 nomeações para os prémios Óscares, de cinema, hoje anunciados pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos.

O filme, que se estreia esta quinta-feira nos cinemas portugueses, está nomeado na maioria das categorias dos prémios, incluindo melhor filme, realização, argumento original e banda sonora, tem ainda uma dupla nomeação para melhor canção e para melhor ator e atriz principais, com o par Ryan Gosling e Emma Stone.

"La La Land: Melodia de amor" iguala, em número de nomeações, os filmes "Titanic" (1997) e "Eva" (1950).

Segundo a BBC, o filme supera as 13 nomeações do musical "Mary Popppins" (1964).

Na categoria de "Melhor realização" estão nomeados Damien Chazelle, Tom Ford ("Animais Noturnos"), Barry Jenkins ("Moonlight") e Kenneth Lonergan ("Manchester by the sea") - todos indicados pela primeira vez - e ainda Mel Gibson ("O herói de Hacksaw Ridge").

Para melhor filme foram nomeados "Primeiro Encontro", "Vedações", "O herói de Hacksaw Ridge", "Hell or High Water - Custe o que custar!", "La La Land: Melodia de amor", "Lion - A longa estrada para casa", "Manchester by the sea" e "Moonlight".

Para melhor filme estrangeiro, em língua não inglesa, estão nomeados "Toni Erdman" (Alemanha), "Land of mine" (Dinamarca), "A man called Ove" (Suécia), "Tanna" (Austrália) e "O vendedor" (Irão).

A 89.ª cerimónia dos Óscares está marcada para 26 de fevereiro, em Los Angeles, com apresentação de Jimmy Kimmel.

Os Óscares são atribuídos pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos.


Lusa

  • Bill Cosby considerado predador sexual violento e condenado a pena de prisão

    Mundo

    O ator norte-americano Bill Cosby foi esta terça-feira condenado a uma pena de prisão de três a 10 anos e considerado um "predador sexual violento", por um juiz da Pensilvânia. A classificação significa que o homem de 81 anos terá de receber aconselhamento durante o resto da vida, assim como o seu nome irá aparecer no registo dos criminosos sexuais.

    SIC

  • O que está a mudar na Arábia Saudita

    Mundo

    A luta contra a discriminação de género e as reformas na cultura continuam a dar largos passos, na Arábia Saudita. A mais recente novidade é que, pela primeira vez, uma mulher foi autorizada a apresentar as notícias, na televisão estatal. Desde as mulheres que já podem conduzir ao regresso do cinema, saiba o que está a mudar no país conservador.

    Ana Rute Carvalho

  • A tecnologia que promete melhorar o estacionamento nos centros urbanos
    8:05
  • Um em cada três trabalhadores em risco de esgotamento profissional
    1:11
  • Brasileiro terá escondido provas do caso Lava Jato em casas em Lisboa
    2:15

    Operação Lava Jato

    A Polícia Judiciária fez buscas e apreensões em Lisboa, no âmbito do caso brasileiro Lava Jato. A operação ocorreu a partir de um pedido de cooperação internacional das autoridades brasileiras. O alvo da operação é um homem brasileiro acusado de envolvimento com luvas. Mário de Miranda terá escondido provas e documentos em casas da capital portuguesa.