Revista do Ano 2018

As figuras e os acontecimentos do Ano

Luís Marques Mendes

Luís Marques Mendes

Domingo no Jornal da Noite

Mais de seis mil votantes (6004) escolheram as figuras e os acontecimentos do ano, num desafio lançado por Luís Marques Mendes há uma semana.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, é a figura nacional do ano, com 44.4% dos votos, logo seguido pela ex-procuradora Geral da República, Joana Marques Vidal, com 44%. O ministro das Finanças, Mário Centeno, consegue 11.6% dos votos.

Já o Presidente de Angola, João Lourenço, destaca-se como figura internacional, com 61.6% dos votos.

João Lourenço diz que está a construir uma nova Angola e sublinha a importância do combate à corrupção, que considera um cancro que corrói a sociedade. O Presidente angolano discursou no Parlamento português, em novembro, onde foi aplaudido pela maioria dos deputados.

Marcelo Rebelo de Sousa condecorou o seu homólogo angolano e considerou que a sua visita de Estado a Portugal inicia um "novo e promissor ciclo" nas relações bilaterais.

Fernando Pimenta é a figura do desporto em 2018, com 54.8% dos votos. O atleta revalidou o título mundial na prova de K1 5.000 metros nos Mundiais de canoagem, que decorreram em Montemor-o-Velho.

Para conquistar a medalha de ouro, o canoísta de Ponte de Lima completou a prova em 21.42,196 minutos, batendo o dinamarquês René Poulsen, por 1,527 segundos, enquanto o espanhol Javier Hernanz terminou em terceiro, a 4,369.

O ataque a Alcochete foi o acontecimento nacional do ano, de acordo com 31.1% dos votantes.

A 15 de maio, a equipa do Sporting foi atacada na academia do clube por um grupo de cerca de 40 alegados adeptos encapuzados, que agrediram alguns jogadores, membros da equipa técnica e outros funcionários.

Logo a seguir ao ataque à Academia do Sporting, está a queda da estrada em Borba, com 30.4%.

O deslizamento de um grande volume de rochas, blocos de mármore e terra e o colapso de um troço da estrada municipal 255 para o interior de duas pedreiras contíguas em Borba ocorreram na tarde de 19 de novembro.

Dois operários de uma empresa de extração de mármore, que trabalhavam na pedreira ativa, morreram, assim como três outros homens, ocupantes de duas viaturas automóveis, que, na altura do acidente, seguiam no troço da estrada alvo da derrocada e que caíram no plano de água da outra pedreira, sem atividade.

O resgate de um grupo de jovens de uma gruta na Tailândia é o acontecimento internacional de 2018, com 35.4% dos votos.

Os jovens ficaram encurralados durante quase três semanas numa gruta no norte da Tailândia, depois de o espaço ter ficado inundado pelas chuvas.

A operação de resgate envolveu centenas de pessoas, incluindo mergulhadores.

O grupo de 12 rapazes e o treinador foram explorar a área depois de um jogo de futebol no dia 23 de junho.

Na altura, as inundações resultantes das monções bloquearam-lhes a saída da gruta e impediram que as equipas de resgate os encontrassem durante nove dias.