Operação Marquês

Escutas da Operação Marquês "não podem servir de prova"

Escutas da Operação Marquês "não podem servir de prova"

As defesas de José Sócrates e de Ricardo Salgado queixam-se que as escutas do processo Marquês estão infetadas por um vírus informático. Os advogados dizem que tal como estão as escutas não podem servir de prova. No entanto, o Ministério Público diz que estão reunidas as condições para começar a contar o prazo para a abertura de instrução.

  • Tempo quente vai manter-se até terça-feira
    2:47