Operação Marquês

"Oui, Monsieur - O Saco Azul do Marquês" (Parte II)

"Oui, Monsieur - O Saco Azul do Marquês" (Parte II)

O Ministério Público estima que, em apenas 8 anos, a ES Enterprises movimentou mais de três mil milhões de euros. E sempre à margem de qualquer controlo. Na tese da Operação Marquês, foi desta empresa fantasma que saiu a maior parte das luvas alegadamente pagas por Ricardo Salgado a José Sócrates, Zeinal Bava, Henrique Granadeiro e Hélder Bataglia, por causa dos negócio da PT. Na primeira parte da grande reportagem "Oui, Monsieur - o saco azul do marquês" vimos como o chumbo da OPA da SONAE à PT terá sido o primeiro desses negócios.Agora, olhamos para outros pagamentos milionários e procuramos perceber o que está atrás desse alegado saco azul. A investigação concluiu que era financiado através de operações financeiras complexas, por vezes com dinheiro dos clientes do BES.

  • CP investiga avaria em alfa-pendular
    1:07

    País

    A CP abriu um inquérito para investigar uma avaria num alfa pendular, que esteve em risco de descarrilar, precisamente há uma semana. O comboio fazia a ligação entre Lisboa e Braga.

  • Ida para a SIC "foi uma decisão muito solitária"
    0:15
  • Uma gala, um anel e um pedido de casamento. O filme da noite da 70.ª edição dos Emmy
    1:13
  • A publicação dos U2 que irritou os fãs portugueses

    Cultura

    Num Altice Arena lotado, os U2 deram este domingo o primeiro de dois concertos em Lisboa. O balanço do espetáculo foi muito positivo mas o problema veio depois. Tudo por causa de uma publicação que a banda irlandesa fez no Twitter, a propósito de algumas das principais figuras portuguesas.

  • Serena Williams recusa pedir desculpa a árbitro português
    1:13

    Desporto

    Serena Williams abordou a polémica em torno da arbitragem na final do Open dos Estados Unidos da América, numa entrevista a um órgão de comunicação australiano. A tenista norte-americana afirmou que continua sem perceber a forma como foi tratada e defende que tem a razão do lado dela.

  • Juiz condenado a um ano e meio de prisão por violência doméstica
    1:34

    País

    O Tribunal da Relação de Guimarães condenou, esta segunda-feira, um juiz a um ano e meio de prisão com pena suspensa por violência doméstica. Vítor Vale terá ainda de pagar uma indemnização de 7500 euros à ex-companheira pelos danos causados pelas mensagens ofensivas e ameaçadoras.