Tragédia em Pedrógão Grande

Portugal "certamente" recorrerá ao Fundo de Solidariedade da UE

PAULO CUNHA

Portugal vai "certamente" recorrer também ao Fundo de Solidariedade da União Europeia, na sequência do devastador incêndio em Pedrógão Grande, afirmou esta segunda-feira no Luxemburgo o ministro dos Negócios Estrangeiros, que agradeceu a solidariedade dos parceiros europeus.

"Certamente que recorreremos também ao Fundo Europeu de Solidariedade. Ele existe justamente para nos ajudarmos uns aos outros na resposta a estes eventos muito difíceis. A seu tempo o faremos", declarou Augusto Santos Silva, à margem de uma reunião de chefes de diplomacia da UE, iniciada com um minuto de silêncio em memória das vítimas dos incêndios em Londres, na semana passada, e em Portugal, no fim de semana.

Criado para apoiar financeiramente os Estados-Membros da UE (assim como os países candidatos à adesão) na eventualidade de catástrofes naturais, o Fundo de Solidariedade da UE foi recentemente utilizado para apoiar Portugal a fazer face aos prejuízos causados pelos incêndios de agosto de 2016 na Madeira, tendo a Comissão Europeia proposto um apoio de 4 milhões de euros, após ter concluído a apreciação do pedido de ajuda formulado pelas autoridades nacionais.

Falando aos jornalistas diante de bandeiras a meia-haste, e a portuguesa com um fumo preto, Augusto Santos Silva fez questão de agradecer toda a solidariedade e apoio que Portugal recebeu, sobretudo da UE mas não só.

"Todos os pedidos que nós fizemos no quadro europeu foram imediatamente respondidos e, portanto, também em nome do Governo português, só tenho a agradecer à UE a prontidão com que exprimiu a sua solidariedade e pôs à disposição de Portugal diferentes mecanismos de apoio, em resultado dos quais já estão esta segunda-feira a operar em Portugal meios aéreos vindos de Espanha e de França e um destacamento de bombeiros também deslocados a partir de Espanha", apontou.

Por outro lado, indicou, ao longo de domingo o Governo recebeu "propostas de ajuda e apoios de muitos, mas mesmo muitos países, seja no âmbito da UE, seja outros países amigos e aliados fora da UE".

O mais recente balanço do incêndio florestal que deflagrou no sábado em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, dá conta de 63 mortos e 135 feridos, havendo ainda dezenas de deslocados, e está por calcular o número de casas e viaturas destruídas.

O fogo, que deflagrou às 13:43 de sábado, em Escalos Fundeiros, concelho de Pedrógão Grande, alastrou depois aos concelhos vizinhos de Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, no distrito de Leiria, e entrou também no distrito de Castelo Branco, pelo concelho da Sertã.

Lusa

  • Fogo em Freixo de Espada à Cinta dado como dominado

    País

    O incêndio que deflagrou esta quarta-feira em Freixo de Espada à Cinta, no distrito de Bragança, foi dado como "dominado" cerca das 16:20, depois de ter chegado a mobilizar 95 bombeiros, disse à Lusa fonte da Proteção Civil de Bragança.

  • Marine Le Pen de fora da Web Summit de Lisboa
    1:41
  • Sindicatos fazem ultimato ao governo: contestação na PSP vai sair à rua em setembro
    2:17

    País

    A Associação Sindical dos Profissionais da PSP alertou hoje para uma série de manifestações e vigílias a iniciar no próximo mês, em várias regiões do país, para exigir respostas do governo. A decisão foi hoje tomada numa reunião do órgão executivo da associação, depois de já em julho os polícias da ASPP/PSP terem feito a mesma advertência. Os polícias contestam o corte de subsídios e a forma como estão a ser feitas as listas de pré-reforma.

  • Navio Aquarius já atracou em Malta

    Mundo

    O navio humanitário Aquarius, com 141 pessoas a bordo atracou hoje por volta do meio dia no porto de La Valette, em Malta com 141 migrantes a bordo que vão agora ser distribuídos por cinco países europeus. Portugal vai acolher 30 pessoas.

  • 301 padres terão abusado de mais de 1.000 crianças nos EUA
    2:04
  • Cristiano Ronaldo volta a marcar no último jogo-treino da Juventus
    0:24
  • Dyego Sousa titular no jogo do SC Braga frente ao Zorya
    1:12

    Desporto

    Dyego Sousa vai ser titular na equipa do Sporting Clube de Braga amanhã. A confirmação foi dada pelo treinador Abel Ferreira. O técnico quer que a equipa portuguesa seja eficaz e dinâmica para derrotar os ucranianos. O jogo entre o SC Braga e o Zorya está marcado para esta quinta-feira, a partir das 20:30, no Estádio Municipal de Braga.

  • "Graças à equipa consegui o meu primeiro golo"
    0:23
  • "Ontem o Benfica esteve melhor, esteve bem"
    4:37

    Edição da Manhã

    Benfica segue em frente na Liga dos Campeões, depois de ter vencido o Fenerbahçe por 2-1 no conjunto das duas mãos. Os gregos do PAOK são o próximo adversário no Play Off de acesso à Champions, o comentário do jornalista Fernando Guerra.

  • Democratas elegem pela primeira vez candidata transgénero para governadora nos EUA
    0:16

    Mundo

    O partido democrata elegeu pela primeira vez nos Estados Unidos uma candidata transgénero para concorrer ao cargo de governadora de Vermont. Christine Hallquist obteve cerca de 48 por cento dos votos contra os três outros adversários do mesmo partido, incluindo uma raparida com apenas 14 anos. Hallquist vai defrontar o atual governador que voltou a ser escolhido pelos republicanos para ir a votos e tentar a recondução.