Mundo

Obama apela a norte-americanos para ajudarem bombeiros no incêndio do Colorado 

O presidente dos EUA pediu o  apoio dos norte-americanos aos bombeiros que estão a combater o incêndio  de grandes proporções em Rocky Mountain, no Estado de Colorado, e que já  provocou duas mortes e centenas de desalojados. 

© Stringer . / Reuters

"É importante que nos lembremos do que fazem em cada dia e quecontinuemos  a obter ajuda para os nossosprimeiros socorristas, os nossos bombeiros, os nossos militares e os que apoiam na garantia da liberdade esegurança  todos os dias", disseBarack Obama, na sua declaração semanal na rádio e  na internet. 

O apelo do presidente segue-se à sua deslocação à região devastadapelo  incêndio que lavra há vários diasno Colorado e é o mais destruidor da história deste Estado. Os grupos de socorristas continuam a procurar sobreviventes nasruínas  das casas destruídas pelo fogoque alastrou até aos subúrbios da segunda maior cidade do Estado, Colorado Springs, no início da semana. 

O incêndio já destruiu pelo menos 346 casas e levou à retirada de36  mil pessoas dos seus lares.  Está ainda a ameaçar 20 mil casas e 160 edifícios comerciais. 

Barack Obama viu o fumo dos focos de incêndio quando voava pelaregião  de Colorado Springs a bordo doAir Force One, inspecionou algumas das áreas devastadas e realçou "a coragem, determinação e profissionalismo"dos bombeiros.

Na sua declaração de hoje, o presidente salientou ter vistobombeiros  que trabalharam 18 horas pordia para tentar travar as chamas e realçou a ação dos voluntários que oferecem comida e água aos socorristas. "Então, América, espero que todos vocês se lembrem doscompanheiros  durante estes tempos denecessidade", disse Barack Obama.  "Nunca sabemos quando pode ser a nossa comunidade a serameaçada", acrescentou.

 

     

 

Lusa

  • É um carro? É um avião? É um carro voador e começa a ser vendido já em outubro
    1:40
  • Menina de 7 anos arrepia uma multidão ao cantar hino dos EUA
    1:10

    Desporto

    Malea Emma, de 7 anos, surpreendeu tudo e todos ao cantar o hino dos EUA antes do Jogo dos L.A. Galaxy, onde joga o sueco Ibrahimovic e os Seattle Sounders. O estádio rendeu-se ao talento de Malea e até Ibrahimovic, no Twitter, se referiu à menina como a "jogadora mais valiosa" da noite